Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Setembro de 2016 | 17h53 - Actualizado em 16 Setembro de 2016 | 17h53

Uíge: Comuna do Kinvuenga regista progresso em condições sociais básicas

Songo - A comuna do Kinvuenga, única do município do Songo, a 82 quilómetros a norte da cidade do Uíge, está conhecer um progresso significativo em todos os domínios, com a construção de escolas, postos e centro de saúde, pequenos sistemas de distribuição de água potável e o fomento agrícola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações hoje, sexta-feira, à Angop, o administrador local, André Buta, deu a conhecer que a comuna de “ontem é diferente com a de hoje”, fruto do aumento de infraestruturas sociais,  como a construção de 18 novas escolas, cinco postos médicos e um centro de saúde com vários serviços, construção de cinco sistemas de água e outras acções que estão a contribuir na melhoria das condições de vida da população local.

“A comuna está ganhar os seus avanços em termos de desenvolvimento. Hoje, temos cinco aldeias com pequenas captações e distribuição de água potável com o sistema de gravidade, construídos no âmbito do programa “Água para Todos”, gizado pelo Executivo central, contamos com um centro de saúde que funciona na sede comunal com 14 camas de internamento, consultório, serviço de consultas pré-natais e conta com seis enfermeiros”, disse.

Acrescentou que no âmbito do fomento agrícola, existem cinco associações de camponeses e duas cooperativas que estão empenhadas na produção de diversidades de culturas com maior escala a mandioca, a banana, feijão, gergelim, e outros que estão a contribuir na redução da fome e pobreza no seio das famílias e na diversificação da economia.

André Buta anunciou, para breve, a ida àquela comuna de uma máquina de lavoura da administração municipal do Songo, que vai desbravar hectares de terra, cuja quantidade não revelou, para apoiar os camponeses locais no aumento da produção e produzir o excedente para a comercialização e aquisição dos produtos industriais, necessários para sustento das vidas dos agricultores.

Fez saber ainda que a administração comunal criou um mercado localmente, onde os habitantes têm comercializado os produtos, segundo ele, tem havido concorrência dos comerciantes de banana oriundos da capital do país, Luanda, bem como camiões que escalam às províncias de Malanje e Benguela, cheios de banana para a sua transformação em outros derivados.         

A comuna do Kinvuenga dista a 42 quilómetros a norte da vila do Songo, com mil quilómetros de extensão, distribuídos em cinco regedorias, 26 aldeias e uma população de 13.500 habitantes, a maioria camponesa.

Leia também
  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 04/02/2019 17:52:09

    Serviços de saúde mais próximo dos habitantes de Ngola Luije

    Malanje - Um centro de saúde, com serviços de pediatria, medicina, pré-natal e parto, foi inaugurado hoje (segunda-feira), na comuna de Ngola Luije, município de Malanje, visando aproximar os serviços sanitários à população.

  • 04/02/2019 17:52:03

    Município do Huambo ganha equipamentos sociais

    Chipipa - Uma escola e um sistema de rega foram inaugurados hoje, segunda-feira, no município do Huambo, província com o mesmo nome, no quadro das comemorações do 58º aniversário do início da Luta de Libertação Nacional.