Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Novembro de 2017 | 04h06 - Actualizado em 14 Novembro de 2017 | 12h26

Seis pescadores desaparecidos há duas semanas

Cabinda - Seis pescadores a bordo de uma chata de pesca artesanal estão desaparecidos há duas semana, soube segunda-feira a Angop de fonte familiar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cabinda: Seis pescadores dados por desaparecidos há duas semanas

Foto: Pedro João

De acordo com Teresa Tati, esposa de um dos desaparecido, o marido de nome Mateus Bueia, despediu-se da família no dia 30 do passado mês de Outubro a bordo de uma chata com cinco colegas para as habituais actividades de pesca no mar.

Geralmente, acrescentou, fazem três a quatro dias, mas desta vez percorridos duas semanas não há contacto, o que deixa a família preocupada.

Entretanto, o porta-voz d Comando Provincial da Polícia Nacional em Cabinda, superintendente-chefe José Feliciano da Mónica "Felé", lamentou o acto de a família não ter dado a conhecer as autoridades competentes a ocorrência, garantindo accionar os mecanismos que possam ajudar na localização da chata.
 

Leia também
  • 14/11/2017 09:40:20

    Cadastramento de pessoas com deficiência permite melhor inclusão

    Lubango - O cadastramento de pessoas com deficiência pelo Centro de Referência "Elavoko", afecto a direcção provincial da Assistência e Reinserção Social da Huíla, vai permitir inserir melhor este grupo na vida socialmente útil considerou hoje, terça-feira, no Lubango, o director Faustino Mangundo.

  • 14/11/2017 04:25:29

    Tocoistas promovem noites de vigília em Camanongue

    Camanongue - A Direcção da Pastoral Juvenil da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo (Tocoísta) no Moxico promove a partir da próxima sexta-feira uma noite de vigília no município de Camanongue

  • 13/11/2017 18:58:42

    Funcionária de Saúde confessa uso de fundos em benefício próprio

    Luanda - A ré Sónia Neves, um dos supostos co-autores do desvio de fundos destinados ao combate à malária, confessou hoje, segunda-feira, em Tribunal, ter "usado para seu beneficio" parte do montante desviado.