Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Novembro de 2017 | 17h25 - Actualizado em 14 Novembro de 2017 | 17h24

Uíge: Quatro pessoas morrem nos últimos sete dias

Uíge - Quatro pessoas morreram em consequência de cinco ocorrências, nos últimos sete dias, na província do Uíge, registadas pelo serviço local de Protecção Civil e Bombeiros, contra seis casos diversos de igual período anterior, informou hoje (terça-feira) fonte da corporação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar à Angop, o especialista do gabinete de comunicação institucional do comando provincial de serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Uíge, Tomás Nito, indicou tratar-se de um afogamento, um enforcamento, um incêndio e dois acidentes de viação.

Revelou que os quatro mortos foram registados nos municípios do Uíge, do Negage e do Púri, adiantando que a morte de um jovem de 23 anos, por enforcamento, ocorreu no Cacole (Uíge), e a do afogamento de um adolescente, de 16 anos de idade, aconteceu na povoação de Tema (Negage), cujo malogrado padecia de epilepsia.

Tomás Nito esclareceu que os dois acidentes de viação, com vítimas encarceradas, ocorreram nas vias dos municípios do Uíge/Negage e Puri/Sanza Pombo. O primeiro acidente trata-se de uma colisão em dois camiões (Scania e Volvo),  enquanto o segundo, uma viatura de marca Toyota Corola, embateu contra uma outra viatura, Furtuner, causando, ainda, o ferimento grave a outro cidadão.

Quanto ao incêndio de pequena proporção, explicou, aconteceu devido a uma fagulha de soldagem, negligenciado por um serralheiro amador, quando manuseava um aparelho de soldadura no tecto de um contentor, sem  respeitar cuidados a ter contra indendios.

Segundo afirmou Tomás Tito,  o incêndio causou danos a vários bens, por avaliar, assim como à queima de valores monetários na ordem de 450 mil kwanzas.

Apelou, igualmente, à população no sentido de continuar a pautar por uma conduta cívica e salutar, assente na observância dos valores positivos, com vista a proporcionar o respeito e o direito à vida.

    

Leia também
  • 27/03/2018 18:44:31

    Cristãos instados a renovarem a fé por ocasião da semana santa

    Ndalatando - O Padre católico e vigário geral da Diocese de Ndalatando, província do Cuanza Norte, Constantino Miguel, instou os fiéis hoje, terça-feira, a encararem a semana santa como ocasião ideal para renovação da fé e da espiritualidade cristã, por via de atitudes e gestos que reforcem o sentido do amor ao próximo.

  • 27/03/2018 18:38:26

    Cuanza Norte: Bispo de Ndalatando anuncia abertura de novas paróquias

    Ndalatando - O bispo católico da diocese de Ndalatando, capital do Cuanza Norte, dom Almeida Kanda anunciou hoje, terça-feira, a aposta da igreja local na criação de novas paróquias, visando dar resposta ao grande crescimento de fiéis que se regista em todos os municípios da província, à luz da extensão da missão evangelizadora.

  • 27/03/2018 18:28:50

    Sector das águas no Bié absorve cinco biliões do OGE/2018

    Cuito - Cinco biliões de kwanzas é o montante que o sector das águas na província do Bié, vai absorver no Orçamento Geral do Estado (OGE) deste ano, para dar seguimento o programa, no intuito de melhorar o fornecimento de água potável às populações.

  • 27/03/2018 18:09:13

    Antigos combatentes querem transparência na atribuição de bolsas de estudo

    Mbanza Kongo - Os antigos combatentes das extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA), na província do Zaire, solicitaram hoje, terça-feira, em Mbanza Kongo, esclarecimento à volta do processo de atribuição de bolsas de estudos internas e externas a filhos de ex-militares.