Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

27 Dezembro de 2017 | 18h40 - Actualizado em 27 Dezembro de 2017 | 18h40

Maior ravina do Luena em "contenção paliativa"

Luena - A maior ravina do Luena está, a partir de hoje, quarta-feira, a beneficiar de intervenção com trabalhos paliativos para evitar a sua progressão, que ameaça destruir várias infraestruturas sociais na cidade do Luena, província do Moxico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maior ravina do Luena

Foto: kinda kyungu

O vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estrutura, Manuel Lituai, disse à Angop que os trabalhos visam evacuar as águas pluviais o “mais distante possível da boca” da ravina e evitar-se o declive do solo.

“Os trabalhos paliativos vão continuar, enquanto se aguarda o termo da época chuvosa para se fazer uma intervenção definitiva pelo Ministério da Construção”, assegurou.

O Governo Provincial mobilizou equipamentos do Instituto Nacional de Estrada de Angola (INEA) e de empresas privadas locais para prestarem apoio nesta fase, disse.

Quanto ao desalojamento de famílias que vivem ao redor da ravina, o vice-governador explicou que decorrem trabalhos coordenados com a Administração Municipal do Moxico (sede) para se criar condições de realojamento dos populares.

 “Não temos recursos, mas teremos de arranjar uma solução para a população a ser desalojada”, disse.

Há três dias, deslocou-se para a província do Moxico, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, para constatar as ravinas, no total de 14, que ameaçam destruir a cidade do Luena.

A maior ravina, situa-se no bairro Aço, a sul da cidade que, com as últimas enxurradas, progrediu 20 metros longitudinais, 100 metros da central térmica da cidade.

Leia também
  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 04/02/2019 17:52:09

    Serviços de saúde mais próximo dos habitantes de Ngola Luije

    Malanje - Um centro de saúde, com serviços de pediatria, medicina, pré-natal e parto, foi inaugurado hoje (segunda-feira), na comuna de Ngola Luije, município de Malanje, visando aproximar os serviços sanitários à população.