Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Abril de 2017 | 13h14 - Actualizado em 20 Abril de 2017 | 13h13

Angola: Esperança de vida ao nascer será efectiva com esforço de todos - diz responsável

Luanda - A esperança de vida ao nascer será efectiva e plenamente alcançada com o contributo de todos e que o Ministério da Saúde tudo fará para o bem-estar das crianças, disse hoje, quinta-feira, em Luanda, o técnico da Direcção Nacional de Saúde Pública, João Cunha.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Participantes à 1ª Palestra do Ciclo sobre os Direitos da Criança

Foto: Gaspar dos Santos

Mesa de Presídium da 1ª Palestra do Ciclo sobre os Direitos da Criança

Foto: Gaspar dos Santos

Segundo a fonte, que dissertava o tema “”Esperança de vida ao nascer, enquadrada nos 11 compromissos com a criança, a mortalidade infantil em Angola baixou para 44 em cada mil nascidos vivos em relação a 1990 em que 116 crianças morriam em cada mil nascidos antes de completar um ano de vida

Para o técnico, esta baixa deve-se as políticas públicas em prol da criança em que a mortalidade infanto-juvenil (crianças menores de cinco anos) baixou de 194 em 1990 para 64 em mil nascidos vivos com os esforços que foram feitos pelo executivo graças a paz adquirida em 2002.

Acrescentou que com estes dados actuais, o país deu um salto qualitativo no que refere a mortalidade infantil que é um dos indicadores que mede o bem-estar de um país, elevando a esperança de vida dos angolanos que passou de 40 anos em 1990 para 61de acordo com o último inquérito.

Adiantou que os principais factores que contribuíram para estes dados têm a ver com as acções implementadas para a melhoria da saúde da população com a construção de postos de saúde, formação de médicos e técnicos e a melhoria de atendimento da população.

Outras acções têm a ver com outros programas como “Água para Todos” que abrange grande parte da população que deixou de consumir água bruta, proporcionando a diminuição de doenças como a diarreia e outras provocadas por falta de água, bem como a distribuição de energia.

 Ressaltou que devido a estes esforços, muitas doenças preveníveis como o sarampo, a poliomielite, a tosse convulsa, a difteria e a tuberculose estão a baixar com o incremento nas acções de vacinação em todo o país.

A palestra é uma parceria com o Centro de Imprensa Aníbal de Melo e cingiu-se  aos Compromissos nº1 -“Esperança de Vida ao Nascer” e nº 2 - “Segurança Alimentar e Nutricional”e foi apresentada aos alunos do I e II ciclos.

 O evento visa prevenir atitudes propensas de comprometer o normal crescimento das crianças, incentivar acções que proporcionam uma vida saudável aos menores e práticas de assistência à sua saúde. 

Assuntos Criança   Sociedade  

Leia também
  • 20/04/2017 16:07:00

    Moxico: Ex-militares recebem meios para promoção do auto-emprego

    Luena - Duzentos e 39 ex-militares desmobilizados da província do Moxico receberam hoje, quinta-feira, no Luena, diversos meios técnicos para promover o auto-emprego e aumentar a produção.

  • 20/04/2017 14:06:26

    Moxico: Aumenta procura a fisioterapia no centro reabilitação

    Luena - Trezentos e 18 pacientes, 130 dos quais crianças, procuraram o Centro Regional Leste de Reabilitação Física para fisioterapia, durante o I trimestre do corrente ano, mais 35 doentes que no período anterior, informou hoje, quinta-feira, no Luena, o director-geral, Nilton Amaral Baio.

  • 20/04/2017 14:04:30

    Angola: Destacada sensibilização na redução da violencia nas familias

    Luanda - As campanhas de sensibilização levadas a cabo pela Repartição da Família e Promoção da Mulher e as igrejas sedeadas no Distrito Urbano do Rangel, município de Luanda, têm sido importantes para a redução de casos de violência doméstica no seio familiar.

  • 20/04/2017 14:03:05

    Malanje: Sinistrados do bairro da Voanvala de Cima recebem bens diiversos

    Malanje - As famílias sinistradas pelas chuvas do bairro da Voanvala de Cima (Arredores da cidade de Malanje) receberam, quarta-feira, da Comissão Provincial de Protecção Civil, bens de primeira necessidade, chapas de zinco e materiais agricolas, visando minimizar algumas dificuldades.