Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Abril de 2017 | 13h40 - Actualizado em 21 Abril de 2017 | 11h08

Angola: INLS prepara-se para assumir subvenção do Fundo Global

Luanda - O director do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas em Angola (PNUD) , Henrik Fredborg Larsem afirmou hoje, quinta-feira, em Luanda, que a sua organização pretende atribuir a responsabilidade da gestão das subvenções do Fundo Global entidades nacionais, neste caso ( Instituto Nacional de Luta contra Sida).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Henryk Larsen, Representante do PNUD em Angola

Foto: Alberto Juliao

Participantes ao Worshop sobre Avaliação das Capacidades para Gestão das Subvencões do Fundo Geral

Foto: Alberto Juliao

O responsável falava na abertura do workshop sobre “Avaliação das Capacidades Nacionais para a Gestão das Subvenções do Fundo Global” , que decorreu no Instituto Nacional de Luta Contra a SIDA (INLS).

Sublinhou que até 2015, o PNUD fez a transição do papel de principal recipiente do Fundo Global, desde 2003 e è principal recipiente em 45 países, gerindo 3,5 bilhões de dólares americanos em desembolsos, em todos os países onde desempenha este papel.

Acrescentou que por esta razão esse workshop com o INLS e os sub-recipiente pretendem iniciar ao processo de capacitação que visa uma “avaliação das capacidades existentes nas várias áreas funcionais da gestão.  

Disse também que o evento constitui um momento "chave" na parceria e para a evolução da carteira de subvenções do Fundo Global em Angola.

Explicou que o plano consiste no Fundo Global de Luta contra Sida, Tuberculose e Paludismo disponibilizou 30 milhões de dólares americanos para o Projecto “Reforço da Resposta Nacional ao VIH/SIDA”, através PNUD em Angola.

Referiu que o trabalho do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD) em VIH e outras áreas da saúde, enquadra-se em reduzir as desigualdades e exclusão social que impulsiona o VIH, promover uma governação eficaz,  inclusiva e contribuir para criar sistemas sustentáveis e resilientes em saúde.

Ressaltou que a estratégias na luta contra o VIH com outros parceiros baseia-se na estratégia nacional da ONUSIDA 2016/2021 “ Aceleração para o fim da Sida”  e estratégia do Fundo Global 2017/2022”, investindo para o fim das epidemias”.

O director frisou também ser importante a implementação do plano, mas para tal precisa-se do compromisso e da participação de todas as instituições envolvidas e de recursos para financiar a implementação do plano.

Realçou que tendo em conta a fase de redacção para o próximo pedido de financiamento do Fundo Global, o PNUD quer discutir com os grupos técnicos de trabalho sobre a necessidade de assegurar um financiamento adequado para o desenvolvimento de capacidades no âmbito da próxima subvenção.

Acrescentou igualmente, que seria importante mobilizar o contributo do Governo e outros parceiros de Desenvolvimento.

O evento contou com a participação da directora geral do INLS, Lucia Furtado, o director nacional do PNUD Angola, Henrik Fredborg Larsen, a coordenadora do Projecto PNUD/Fundo Global, Mamisoa Rangers, bem como representantes das Agências Multilaterais e Bilaterais de Desenvolvimento, das Organizações da Sociedade Civil( OSC), entre outros convidados.  

Assuntos Sociedade   VIH/Sida  

Leia também
  • 21/04/2017 04:41:47

    Cuanza Norte: Polícia regista 44 crimes durante últimos sete dias

    Ndalatando - Quarenta e quatro crimes de natureza diversa foram registados durante os últimos sete dias, no Cuanza Norte, pelo comando provincial da Polícia Nacional, mais 11 delitos em relação ao período idêntico anterior.

  • 20/04/2017 18:03:52

    Moxico: SPCB identificam progressão de ravinas no Léua e Lucusse

    Luena - Duas ravinas de médias proporções identificadas nos últimos sete dias, pelos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), no município do Léua e na comuna do Lucusse, província do Moxico, serão reportadas à Comissão Provincial de Calamidades Naturais para possível intervenção.

  • 20/04/2017 17:23:36

    Bié: PND considerado instrumento mais completo do Governo de Angola

    Cunhinga - O governador em exercício do Bié, José Fernando Tchatuvela, considerou hoje (quinta-feira) na vila do Cunhinga, a 30 quilómetros a norte do Cuito, o Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) como instrumento mais completa do Governo de Angola, quanto a retirada da população na extrema pobreza.

  • 20/04/2017 16:07:00

    Moxico: Ex-militares recebem meios para promoção do auto-emprego

    Luena - Duzentos e 39 ex-militares desmobilizados da província do Moxico receberam hoje, quinta-feira, no Luena, diversos meios técnicos para promover o auto-emprego e aumentar a produção.