Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Maio de 2017 | 17h58 - Actualizado em 12 Maio de 2017 | 17h58

Huambo: Parteiras sensibilizam para registo de nascimento

Huambo - As parteiras tradicionais da província do Huambo foram apeladas hoje, sexta-feira, a sensibilizar, nas comunidades rurais, os pais a registarem os seus filhos, logo após o nascimento destes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O apelo é do conservador do Registo Civil, Florêncio Sapaco, durante uma palestra  sob o tema “Nascer com registo e importância da participação das parteiras tradicionais”, durante a qual lamentou o facto de muitos pais, sobretudo do meio rural, não terem o hábito de registar os filhos.

Também informou que o serviço de Registo Civil é o grande fornecedor de estatísticas vitais para inúmeras políticas públicas, como as da área social, sendo, por isso, importante o registo de todos cidadãos.

Florêncio Sapaco reconheceu que as parteiras tradicionais jogam um papel preponderante na sensibilização dos pais, por serem elas que realizam os partos nas comunidades onde não há unidades sanitárias.

Disse que o registo de nascimento é um direito constitucionalmente consagrado e, para tal, o Governo angolano tem estado a adoptar estratégias para garantir o cumprimento deste direito aos cidadãos, estando em curso, no país, a campanha de registo gratuito de crianças e adultos.

Além de ser um direito humano fundamental, prosseguiu o conservador, o registo de nascimento também é um requisito essencial para o acesso a serviços sociais básicos, como educação e protecção social.

Florêncio Sapaco afirmou que a delegação da Justiça e dos Direitos Humanos na província do Huambo está a trabalhar no sentido de criar condições para registar as crianças nos locais onde estas nascem e, posteriormente, encaminhar os dados à conservatória para oficializar o direito de registo.

Participaram da palestra, uma iniciativa da Administração Municipal do Huambo e a Direcção da Família e Promoção da Mulher, parteiras e autoridades tradicionais.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 04/02/2019 17:54:35

    Central híbrida do Londuimbali em fase experimental

    Londuimbali - Duzentos e 50 quilowatts de energia eléctrica estão a ser produzidos em regime experimental, desde a semana passada, pela central híbrida do município do Londuimbali, na província do Huambo.

  • 04/02/2019 17:52:03

    Município do Huambo ganha equipamentos sociais

    Chipipa - Uma escola e um sistema de rega foram inaugurados hoje, segunda-feira, no município do Huambo, província com o mesmo nome, no quadro das comemorações do 58º aniversário do início da Luta de Libertação Nacional.

  • 02/02/2019 19:37:25

    Estudantes do ISP doam bens ao Lar Suku-Ondjali

    Caála - Estudantes do curso de pós-graduação em saúde do Instituto Superior Politécnico do município da Caála, província do Huambo, doaram hoje, bens de primeira necessidade e medicamentos ao lar de acolhimento infantil Suku-Ondjali.

  • 02/02/2019 00:45:55

    Energia eléctrica produzida em Laúca chega este ano ao Huambo

    Huambo - A província do Huambo vai passar a consumir, ainda este ano, energia eléctrica produzida na barragem hidro-eléctrica de Laúca, na província de Malange, anunciou, sexta-feira, o administrador regional da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade, Manuel de José Adão.