Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

19 Maio de 2017 | 15h51 - Actualizado em 19 Maio de 2017 | 15h51

Cuanza Norte: Novo comandante da policia aposta no policiamento de proximidade

Quiculungo - O novo comandante da Polícia Nacional no município de Quiculungo, província do Cuanza Norte, intendente António Pereira Manuel António, defendeu quinta-feira, na vila com o mesmo nome, a aposta no policiamento de proximidade, visando a redução da criminalidade na circunscrição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

António Pereira Manuel António fez esta constatação em declarações à Angop, à margem da cerimónia de sua apresentação como novo responsável da corporação no município, justificando a sua aposta neste modelo, por ser um dos que estabelece a parceria entre a Polícia Nacional e os cidadãos com a finalidade da prevenção de actos delituosos nas comunidades.

Referiu que na sua nova missão dará continuidade ao trabalho deixado pelo seu antecessor, corrigir o que está mal e melhorar o que está bem, na base das orientações emanadas pelo órgão superior da corporação.

Assegurou que o município de Quiculungo é um dos menos delituosos a nível da província, graças ao empenho e dedicação dos agentes policiais e pretende manter ou baixar ainda mais os mesmos índices.

Pediu a colaboração das autoridades tradicionais e à população no combate à criminalidade, denunciando os cidadãos envolvidos em actos de delinquência.

O Intendente António Pereira Manuel António, substituiu no cargo o superintendente Agostinho Chigica, que passou a reforma, cuja cerimónia de apresentação foi orientada pelo chefe do Gabinete de Inspecção do Comando Provincial do órgão, superintendente Vasco Conde.

O município de Quiculungo, situado a 136 quilómetros da cidade de Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, tem uma população estimada em 10 mil e 60 habitantes, distribuída em 30 aldeias e quatro zonas peri-urbanas.

Leia também