Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Julho de 2017 | 14h49 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 14h49

Bié: Antigos combatentes devem continuar a defender a paz - Boavida Neto

Cuito - O governador do Bié, Álvaro Manuel Boavida Neto, solicitou hoje, segunda-feira, na cidade do Cuito, aos antigos combatentes e veteranos da pátria a continuarem a defender a paz no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Bié: Álvaro Manuel Boavida Neto - Governador da província durante o encontro

Foto: LEONARDO CASTRO

Bié: Antigos Combatentes

Foto: LEONARDO CASTRO

Boavida Neto teceu falava durante o encontro provincial com os ex-guerrilheiros no Bié, no âmbito do processo de auscultação das inquietações da sociedade.

Para o governante, os 15 anos de paz que se vive demonstra com clareza a vontade do Estado em construir um país de prosperidade, salientando ainda serem ainda poucos anos para tornar Angola a altura do seu povo.

Por esta razão, Álvaro Manuel Boavida Neto convidou todos os antigos combatentes e veteranos da pátria a passarem o testemunho à nova geração, através das experiências já vividas, no sentido de valorizarem a paz, e não apagarem a vontade do governo de construir uma Nova Angola.

Entretanto, os participantes (Antigos combatentes), unânimes solicitaram a construção de um centro de saúde específico para atender suas famílias, como uma das principais formas de reconhecer os feitos.

Entre várias preocupações, a franja defendeu ainda a inserção directa de seus filhos e órfãos no sistema de bolsas de estudos (interna e externa) nas universidades, bem como facilidades no acesso às residências, transporte públicos e melhoria do fundo de pensões.

Abordado pela Angop, o director provincial dos Antigos Combatentes de Veterano da Pátria no Bié, Jacinto dos Santos José, considerou justas as preocupações levantadas, frisando que dentre elas mais de seiscentos processos de órfãos e viúvas remetidos aguardam pela homologação a partir do ministério tutelar.

Quanto à inserção dos filhos às universidades, Jacinto dos Santos José assegurou existir convénio com as duas escolas públicas do ensino superior existente na província (Pedagógica e Politécnica) no sentido dos responsáveis facilitarem o ingresso destes como forma também de valorizar-lhes.

Assuntos Paz   Província » Bié  

Leia também
  • 21/03/2018 17:39:34

    Regedor detido por mandar executar seu trabalhador

    Cuito - O regedor (autoridade tradicional) municipal do Cuito, província do Bié, Afonso Viti, foi detido hoje, quarta-feira, pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC), por orientar o espancamento até à morte, o cidadão Ernesto Catcholo, trabalhador da sua lavra.

  • 20/03/2018 17:39:04

    Destacado papel da imprensa na vila do Andulo

    Andulo - A administradora municipal do Andulo, 130 quilómetros a norte da cidade do Cuito (Bié), Celeste Adolfo Elavoko, destacou hoje, terça-feira, o papel dos órgãos de comunicação social na busca de soluções socioeconômicas das populações e da reconstrução do país em particular.

  • 20/03/2018 14:38:06

    Vila do Chinguar tem associação de Mulheres

    Chinguar - O município do Chinguar, 75 quilómetros a Sudoeste do Cuito, conta desde segunda-feira com uma Associação local de Mulheres, criada para orientar as senhoras sobre os vários desafios, em acto de empossamento dos membros testemunhado, pelo governador da província, Álvaro Manuel Boavida Neto.

  • 19/03/2018 19:19:51

    Manifestações de carinho e de reconhecimento marcam dia do pai

    Luanda - Diversas manifestações de carinho, amor e reconhecimento do empenho dos pais nas mais múltiplas frentes em beneficio aos educandos e conselhos aos que se furtam no cumprimento de seus deveres, como de prestação de alimentos, marcaram hoje, segunda-feira, a passagem do dia do pai.