Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2017 | 12h55 - Actualizado em 14 Setembro de 2017 | 12h55

Angola: Bolsa garante protecção e assistência aos mais vulneráveis

Luanda - Assistir e garantir a protecção de todos quanto se encontram em situação de vulnerabilidade, bem como combater a pobreza e a exclusão social são as emergências da Bolsa de Solidariedade Social lembrou hoje, quinta-feira, em Luanda, a secretaria de Estado para a assistência social, Maria da Luz Magalhães.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maria da Luz Magalhães, Secretaria de Estado

Foto: Clemente dos Santos

A responsável, que falava durante o encontro com as ONG no âmbito da implementação da Bolsa de Solidariedade Social que tem como objectivo mitigar a pobreza e a vulnerabilidade, referiu que a mesma surge da necessidade de ajudar quem mais precisa e assume-se como um órgão com a finalidade de “reunir para melhor distribuir”.

Reforçou que a plataforma visa igualmente congregar os cidadãos tendo em vista uma sociedade participativa, solidária e engajada em acções de vulnerabilidade.

Segundo a responsável, a Bolsa estabelece formas que auxiliam os cidadãos, empresas e os grupos solidários a realizarem actividades de responsabilidade e solidariedade social que permite ao Ministério da Assistência e Reinserção Social (Minars), através do Instituto de Promoção Coordenação da Ajuda às Comunidades (IPROCAC), coordenar a angariação e distribuição de do activos e fundos a favor das populações vulneráveis.

Adiantou que o projecto congrega as boas-vontades e benfeitorias de pessoas singulares e colectivas que têm a solidariedade como uma virtude que deve ser multiplicada.

Fez saber que a plataforma comporta uma base de dados sob gestão da IPROCAC destinada ao registo de dados dos beneficiários e dos doadores-benfeitores, instrumento fundamental em todo este processo.

A Bolsa de Solidariedade Social foi lançada no dia 18 de Julho do corrente ano e surge na necessidade de ajudar quem mais precisa.

Assuntos Minars  

Leia também
  • 07/09/2017 13:13:43

    Angola: Delegação multi-sectorial trabalha na Lunda Norte

    Luanda - Uma delegação multi-sectorial, chefiada pelo ministro da Assistência e Reinserção Social, Gonçalves Muandumba, vai constatar hoje, quinta-feira, as condições de acolhimento e alojamento do novo centro para os refugiados da República Democrática do Congo (RDC), erguido no município do Lôvua, província da Lunda Norte.

  • 29/08/2017 03:30:51

    Huíla: Minars necessita de 180 vigilantes de infância

    Lubango - Cento e oitenta vigilantes de infância são necessários este ano para reforçar a actividade de cuidados e ensino às crianças controladas pela direcção provincial da Huíla da Assistência e Reinserção Social (Minars), no âmbito dos 11 compromissos do governo de protecção aos petizes.

  • 20/07/2017 09:56:17

    Angola: Ministro da Assistência e Reinserção trabalha na Lunda Norte

    Luanda - A situação dos mais 31 mil refugiados da República Democrática do Congo em Angola levou hoje, quinta-feira, à província da Lunda Norte, uma delegação da comissão interministerial que acompanha a situação, chefiada pelo ministro da Assistência e Reinserção Social, Gonçalves Muadumba.