Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2017 | 16h28 - Actualizado em 14 Setembro de 2017 | 16h28

Cunene: Universitários destacam qualidade humanista de Neto

Ondjiva - Os estudantes do Instituto Superior Politécnico de Ondjiva (Cunene) destacaram hoje, quinta-feira, nesta cidade, as qualidades de liderança e humanista do Herói Nacional e fundador da Nação Angolana, António Agostinho Neto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Primeiro Presidente de Angola,António Agostinho Neto

Foto: Arquivo

Numa ronda feita hoje pela Angop, no Instituto Superior Politécnico de Ondjiva, a propósito do dia do Herói Nacional, a assinalar-se a 17 deste mês, os universitários foram unânimes nos seus depoimentos que “Neto,” sem duvida, foi uma pessoa com qualidades irrefutáveis, pois sempre teve o povo como a sua prioridade, daí a sua celebre frase “ O mais importante é resolver os problemas do povo”.

Jacinto Aufiko, do curso de Biologia do 3º ano, disse que Agostinho Neto tudo fez para Angola independente e o seu legado está ser bem cumprindo pelo actual presidente da República, José Eduardo dos Santos.

O fundador da Nação Angolana, na sua qualidade de poeta, escreveu o celebre poema “ Havemos de voltar” e hoje é uma realidade os angolanos estão cada vez mais unidos, o regresso à actividade agrícola é cada vez maior, reflectindo que “Neto” foi um verdadeiro visionário", disse o estudante universitário.

Alex Costa, do 4º ano do curso de engenharia de agro-pecuária, reiterou que os feitos e obras de Agostinho Neto devem ser mais divulgados, para que a juventude actual conheça mais sobre quem foi verdadeiramente “Neto” e a sua dimensão no contexto histórico de Angola e em África.


Quem partilha do mesmo pensamento é a estudante do curso de Gestão Informática, do 2º ano, Jussara Caiado, referindo que as acções, para enaltecer a figura e a obra de António Agostinho Neto, devem chegar com maior frequência nas escolas e outras instituições afins.

António Agostinho Neto nasceu em Icolo e Bengo, província de Luanda, a 17 de Setembro de 1922. Faleceu por doença a 10 de Setembro de 1979, em Moscovo (Rússia). Foi também médico, escritor e poeta de reconhecimento nacional e internacional.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 19/03/2018 19:19:51

    Manifestações de carinho e de reconhecimento marcam dia do pai

    Luanda - Diversas manifestações de carinho, amor e reconhecimento do empenho dos pais nas mais múltiplas frentes em beneficio aos educandos e conselhos aos que se furtam no cumprimento de seus deveres, como de prestação de alimentos, marcaram hoje, segunda-feira, a passagem do dia do pai.

  • 19/03/2018 16:52:42

    Igreja presbiteriana reafirma parceria na formação do homem

    Ondjiva - A Igreja Presbiteriana em Angola reafirmou o desejo de reforçar a parceria existente com o Governo Provincial do Cunene nos mais variados domínios da vida social, visando a formação e a educação do homem angolano para o futuro.

  • 19/03/2018 16:39:07

    Detido director prisional por suspeita de desvio de bens alimentares

    Ondjiva - O director dos Serviços Penitenciários do Cunene e responsável do estabelecimento prisional do Peu-Peu, sub-comissário prisional Mário Francisco, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), por suspeita de desvio de produtos alimentares destinados aos reclusos.

  • 18/03/2018 11:11:28

    Hemoterapia de Ondjiva com mais sangue

    Ondjiva - Cem bolsa de sangue foram doadas sábado à Hemoterapia do Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, por mulheres afectas à Polícia Nacional, Serviço de Protecção e Bombeiros, Associação das Mulheres Poderosas Cristãs e da Brigada Jovem Solidária, no quadro do Março Mulher.