Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Outubro de 2017 | 14h42 - Actualizado em 06 Outubro de 2017 | 14h41

Portugal: OMA aconselha mulheres contínuo investimento na formação

Lisboa (Da correspondente) - A representação da Organização da Mulher Angolana (OMA) em Portugal aconselha as mulheres a continuarem a inverstir na sua formação, para estarem, cada vez mais, capacitadas a exercer cargos de direcção.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, hoje, sexta-feira,  em Lisboa, no quadro do encerramento das actividades do mês do herói nacional, a secretária da OMA naquele país luso, Ana Vasconcelos, informou que a sua organização vai continuar a trabalhar com as mulheres no sentido de incentivá-las a aumentar os seus conhecimentos e mostrar o que elas são capazes de fazer.    

Segundo ela, a organização pretende que as mulheres tornem-se cada vez mais visíveis perante a sociedade e mostrem o que são capazes.      

“Falar da mulher é uma causa bastante nobre e ainda infelizmente apesar de estarmos no século XXI ainda há muita coisa a corrigir, existe muita segregação do ponto de vista sexual, a discriminação tem a ver com o facto de sermos mulheres e ainda não somos totalmente aceites em certas e determinadas áreas”, referiu.  

Para si, a intenção da organização é trabalhar com as mulheres no sentido de dar a conhecer o seu próprio valor.

Referiu ainda que têm realizado encontros em que são abordados vários temas como a prostituição e violência doméstica.

Assuntos OMA   Sociedade  

Leia também
  • 06/10/2017 14:29:41

    Angola: Conselho da Sociedade Civil promete atenção especial à Saúde

    Luanda - O presidente do Conselho Nacional da Sociedade Civil (CNSC), Africano André Pedro, prometeu, hoje (sexta-feira), em Luanda, prestar atenção especial ao sector da saúde, construindo unidades sanitárias mais próximas das comunidades, evitando que a população percorra longas distâncias em busca deste serviço.

  • 05/10/2017 23:46:05

    Malanje: Transição do sistema analógico ao digital dinamizou emissões da RNA

    Malanje- A transmissão dos conteúdos da Rádio Nacional de Angola (RNA) conheceu, durante o seu percurso histórico, uma significativa evolução, fruto da transição do sistema analógico ao digital, consubstanciada na utilização de equipamentos modernos, o que também veio a melhorar a expansão do sinal.

  • 05/10/2017 19:16:26

    Angola: Delegados reconhecem papel das Organizações da sociedade civil

    Luanda - As Organizações da Sociedade Civil têm um importante papel complementar a acção do Governo junto das populações vulneráveis, tendo a responsabilidade de contribuir e facilitar o acesso das comunidades ao pacote dos serviços de saúde.