Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Outubro de 2017 | 18h59 - Actualizado em 10 Outubro de 2017 | 18h59

Consumo excessivo de álcool na base de doenças mentais - Psicólogo

Sumbe - O consumo excessivo de bebidas alcoólicas tem contribuído, significativamente, para o surgimento de doentes mentais no Cuanza Sul, actualmente na cifra de mais de 50 pessoas nessa condição, informou hoje, terça-feira, na cidade do Sumbe, S o psicólogo Eduardo Mateus.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Doente mental

Foto: ANTÓNIO ESCRIVÃO

Em declarações à Angop, a propósito do Dia Mundial do Doente Mental, Eduardo Mateus apontou a procura urgente, por melhores condições de vida e a ansiedade de muitos cidadãos em resolver problemas pessoais e familiares, como sendo outras causas do crescimento de pessoas com perturbações psíquicas.

Referiu que a doença assola, principalmente, pessoas na faixa etária dos 15 aos 40 anos de idade, tendo argumentado que tal se deve ao facto de ser a camada social mais activa e mais propensa ao consumo excessivo de álcool e drogas, e sem medir as consequências que dai advém.

Afirmou que as perturbações mentais surgem, muitas vezes, quando os cidadãos notam que os objectivos e metas por si definidos foram frustrados.

Adiantou que face a esta situação, muitos doentes mentais são encaminhados para Luanda, Benguela e Huambo, depois são abandonados pelos seus familiares, por isso urge a necessidade da construção de centros de tratamento destes doentes.

Eduardo Mateus considerou ser lamentável o facto de muitas famílias acorrerem, frequentemente, ao tratamento tradicional, em vez de optarem por um especialista ou às unidades sanitárias, sempre que registarem casos suspeitos de demência, de modo a não agravarem o quadro clínico da enfermidade.

De acordo com uma fonte da Saúde Pública, existem no Cuanza Sul mais de 50 doentes mentais controlados pela instituição.

Leia também
  • 20/03/2018 18:15:37

    Proliferação de Igrejas e Seitas ameaça saúde mental dos angolanos - Bastonário

    Luanda - A sociedade angolana está atravessar um perigo grave com a proliferação de igrejas e seitas que estão ameaçar a saúde mental do seu povo, admitiu hoje, terça-feira, em Luanda, o Bastonário da Ordem dos Psicólogos de Angola, Carlinhos Zassala, em conferência de imprensa.

  • 20/03/2018 17:32:51

    Rio Cambongo transborda e deixa casas nos combatentes alagadas

    Sumbe - Moradores do Bairro dos Antigos Combatentes, na periferia da cidade do Sumbe (Cuanza Sul), têm hoje (terça-feira) as suas casas alagadas, devido ao transbordo do rio Cambongo, afectando pelo menos duas mil e cinco mil pressoas.

  • 20/03/2018 14:40:20

    Presidente da ASSAT advoga mais acompanhamento às comunidades

    Sumbe - O presidente da Associação Angolana das Autoridades Tradicionais (ASSAT), Virgílio Mendes Jorge, advogou hoje (terça-feira), na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, um maior acompanhamento às comunidades.

  • 19/03/2018 19:19:51

    Manifestações de carinho e de reconhecimento marcam dia do pai

    Luanda - Diversas manifestações de carinho, amor e reconhecimento do empenho dos pais nas mais múltiplas frentes em beneficio aos educandos e conselhos aos que se furtam no cumprimento de seus deveres, como de prestação de alimentos, marcaram hoje, segunda-feira, a passagem do dia do pai.