Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

30 Outubro de 2017 | 15h38 - Actualizado em 30 Outubro de 2017 | 15h40

Angola: Governante quer redução das assimetrias regionais

Luanda - Um município tem de ser o epicentro do desenvolvimento nacional, da igualdade e justiça social, da diminuição das assimetrias regionais e do combate à fome e à pobreza extrema, considerou hoje, segunda-feira, em Luanda, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida (Arquivo)

Foto: Pedro Parente

 O governante falava no  encerramento  das actividades do 23º aniversário do Fundo de Apoio Social (FAS),  recorrendo aos trechos do discurso da investidura do Presidente da República,  João Lourenço.

A propósito, realçou, no discurso investidura o Chefe de Estado diz que  “será preciso apostar na desconcentração administrativa e financeira, alargando progressivamente as competências das administrações municipais e comunais, iniciando assim a desejada transferência para os órgãos eleitos mais próximos dos cidadãos para promover o desenvolvimento comunitário e local”. Está, pois, definido o nosso caminho. Resta-nos caminhar”.

O ministro Adão de Almeida frisou que os problemas que devem ser combatidos exigem a intervenção dos municípios, os quais devem ser cada vez mais fortes, ter mais espaço e mais recursos humanos e financeiros, para que  se tenha  um verdadeiro desenvolvimento local.

Referiu ainda que a inclusão produtiva no âmbito da economia local deve reforçar o espaço dos pequenos produtores locais que são a força da economia local e comunitária, aquela que produz impacto directo na melhoria da vida da população economicamente activa, dando e promovendo a sua dignidade.

Leia também
  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 04/02/2019 17:52:09

    Serviços de saúde mais próximo dos habitantes de Ngola Luije

    Malanje - Um centro de saúde, com serviços de pediatria, medicina, pré-natal e parto, foi inaugurado hoje (segunda-feira), na comuna de Ngola Luije, município de Malanje, visando aproximar os serviços sanitários à população.