Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

03 Janeiro de 2018 | 16h29 - Actualizado em 03 Janeiro de 2018 | 18h58

Cemitério do 14 pode encerrar dentro de dias

Luanda - A situação desorganizada em que se encontra o Cemitério da Mulemba, vulgarmente conhecido por "Cemitério do 14", no município do Cazenga, em Luanda, e a escassez de espaço para o enterro de cadáveres, pode levar ao seu encerramento provisório, nos próximos dias, informou hoje (quarta-feira), na capital do país, o governador local, Adriano Mendes de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governador Adriano Mendes Carvalho

Foto: Alberto Julião

O governante avançou o facto no final de uma visita de campo ao referido cemitério, para constatar o nível organizacional e de lugares para a realização de enterros.

Realçou que vão analisar o encerramento deste campo santo para breve, mas antes vai se planificar outros locais para a realização de funerais.

“O 14 é uma situação complicada e muito desorganizada, sem respeito pelos sepultados. Por isso, vamos rever e baixar orientações para sua melhoria”, reafirmou o governador Adriano Mendes de Carvalho .

 Para si, é bastante constrangedor o estado em que se encontra o aludido cemitério, pelo  estado desolador e de desrespeito ao local, onde moradores ao arredor utilizam para travessia de um ponto ao outro.

No local, são sepultados por ano em média oito mil corpos.

Leia também