Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

02 Janeiro de 2018 | 17h11 - Actualizado em 02 Janeiro de 2018 | 17h11

Funcionários públicos em massa no Cuanza Norte depois do feriado

Ndalatando - Funcionários que prestam serviços nas empresas públicas e privadas em Ndalatando, província do Cuanza Norte, compareceram hoje, terça-feira, em massa ao serviço, neste que é primeiro dia útil de trabalho do ano em curso (2018).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Chefe de Secção de Recursos Humanos da Direcção Provincial da Saúde, Maria Rita Pinto

Foto: Diniz Simão

Director do Gabinete de Recursos Humanos do Governo provincial, João Catamba

Foto: Diniz Simão

Numa ronda feita pela Angop, responsáveis de algumas instituições públicas foram unânimes em dizer que a maior parte dos trabalhadores compareceu com boa disposição e força de vontade para um novo ano laboral, depois do feriado do ano novo, que este ano calhou numa segunda-feira, primeiro dia útil da semana.

Segundo Maria Rita Simão Pinto, chefe de Secção de Recursos Hmanos, da Direcção Provincial do Cuanza Norte da Saúde, a maioria dos funcionários fez-se presente ao trabalho a partir das 8H00 da manhã.

“Hoje faltaram entre cinco a 10 funcionários, dos 157 controlados pela Direcção Provincial da Saúde”, disse Maria Rita Pinto.

Sublinhou que nos últimos anos, eram frequentes as faltas dos trabalhadores nos dias que se seguiam as festas de passagem de ano ou feriados, mas os apelos feitos pelos empregadores reduziu significativamente estes comportamentos.

Para o director do Gabinete de Recursos Humanos do Governo do Cuanza Norte, João Catamba, na sua instituição compareceram, hoje (terça-feira), ao local de trabalho cerca de 99 porcento do pessoal a partir das oito, todos com bastante ânimo.

Aquele gestor de recursos humanos atribui este comportamento a uma mudança de comportamento, contrariando as tendências anteriores em que depois de um feriado prolongado registava-se um elevado índice de absentismo por parte dos funcionários.

Disse que o reforço das medidas disciplinar, através do agravamento das faltas resultando em descontos de dois dias de salários e nas férias por cada falta cometida pelo funcionário nos dias que se seguem as festas de passagem de ano ou feriados, está a desencorajar a prática de absentismo nas instituições públicas.

Já a administradora municipal adjunta do Cazengo para área Política, Social e das comunidades, Nari Cajica Manuel Aguiar, apesar das festas de fim de ano, os funcionários da Administração Municipal compareceram normalmente para cumprir com o seu dever, não se registando absentismo, ao contrário dos anos anteriores.

Serafim Cassequel, funcionário do Governo da província do Cuanza Norte, referiu ser importante marcar presença no primeiro dia de trabalho, na perspectiva de não levar faltas que pode prejudicar não só os utentes, como o currículo do trabalhador.

Já o trabalhador de uma das Lojas de produtos de telefonia móvel, Adair Manuel, explicou que a presença no local no primeiro dia útil de trabalho é fundamental para o funcionário, pois, representa responsabilidade e maturidade do trabalhador junto dos seus superiores e colegas.

Para Maria André, trabalhadora de um supermercado, marcou presença no local de serviço por se tratar do primeiro dia do ano e evitar uma falta injustificada.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.