Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Janeiro de 2018 | 22h27 - Actualizado em 12 Janeiro de 2018 | 22h27

Cuando Cubango: Redução do índice de casos de acidentes de viação satisfaz tribunal

Menongue - O presidente interino do Tribunal do Cuando Cubango, juiz Jones Paulo, destacou quinta-feira, com agrado, a redução considerável do índice de acidentes de viação de 110 casos no III trimestre de 2017 contra 90 do IV trimestre do último respectivo ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuando Cubango: Rua principal da cidade de Menongue

Foto: Armando Morais

O juiz, que falava na IV reunião ordinária da comissão local de coordenação judicial, referente ao IV trimestre de 2017, sublinhou que este resultado satisfaz o tribunal que dirige, dada a preocupação do governo quanto aos casos de sinistralidade rodoviária no país.

Por este facto, encorajou a direcção provincial de Viação e Trânsito no sentido de continuar com a mesma determinação na prevenção e combate da sinistralidade rodoviária, sobretudo na cidade capital, Menongue, apontada hoje como a segunda causa da mortalidade em Angola.

Por outro lado, o juiz deu a conhecer que durante o quarto trimestre de 2017 em balanço o tribunal registou um aumento de criminalidade, na medida em que deram entrada 520 processos envolvendo cidadãos nacionais, com a faixa etária de 16 a 25 anos de idade, sem menção do período anterior.

Referiu que, entre as tipologias de crimes mais registados pelo tribunal, estacam-se os furtos, roubos, ofensas corporais e homicídios, estando na base deste comportamento dos seus autores factores exógenos e endógenos.

O aumento da densidade populacional, resultante da abertura da província com o resto do país e do mundo, dai a diversidade de culturas, hábitos e costumes, o lucro fácil, o mediatismo, o consumo de drogas e bebidas alcoólicas por excesso, bem como a falta da consciência jurídica por porte de alguns cidadãos são apontadas como outros factores dos delitos.

Quanto a área familiar, Jones Paulo disse não ser menos preocupante a recepção pelo tribunal, por mês, de mais de 30 progenitores com reclamação de alimentos, devidos aos seus filhos menores de idade, verificando-se assim, ao longo do período em balanço, 92 processos de alimentos.

Constou da agenda da reunião, que decorreu no anfiteatro do governo, a avaliação do grau do cumprimento das conclusões e recomendações da reunião anterior, informação sobre a situação delituosa na província, análise da jurisdição do cível e administrativo, foro familiar e militar.

Leia também
  • 05/11/2018 13:45:15

    Mais de 10 pessoas morrerm no fim de semana prolongado em Luanda

    Luanda - Treze pessoas morreram e 20 ficaram feridas em consequência de 28 acidentes de viação registados em Luanda, no fim-de-semana prolongado, pelo Comando Provincial da Polícia Nacional (PN).

  • 31/10/2018 13:59:15

    Recuperados 102 dependentes de álcool em dois anos

    Menongue - Cento e duas pessoas dependentes de álcool foram recuperadas pela ONG Centro Cruz Azul, situado no bairro Cazenga, arredores da cidade de Menongue, capital do Cuando Cubango, de 2016 até a data presente.

  • 30/10/2018 22:51:22

    OMA doa bens ao hospital sanatório

    Menongue - Um lote de produto alimentar (fuba e leite) e jogos de lençóis foram entregues esta terça-feira, pelo secretariado da OMA no Cuando Cubango, ao Hospital Sanatório de Menongue e ao Centro Cruz Azul, visando minimizar a situação dos internados nestas instituições.

  • 30/10/2018 00:46:52

    Pastor condena uso de drogas

    Menongue - Os jovens devem abster-se do consumo de droga, do excesso de bebidas alcoólicas e outras práticas que perigam o futuro, recomendou o pastor da Igreja Evangélica Sinodal de Angola (IESA) no Cuando Cubango, Laureano Calvino Cacupa.