Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Fevereiro de 2018 | 12h25 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 12h24

Falta de princípios são algumas das causas dos crimes passionais

Luanda - A falta de princípios éticos, morais, culturais e religiosos estão na base de alguns dos crimes passionais registados na sociedade afirmou hoje, quarta-feira, em Luanda, o pastor da igreja Metodista Gaspar de Almeida no município de Viana Mário Gerson da Costa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O religioso, que falava à Angop por ocasião do dia de São Valentim, vulgo dia dos namorados (14 de Fevereiro), é de opinião que as pessoas deixaram de investir seriamente no namoro, e algumas juntam-se sem se conhecerem, ou mesmo sem interesse genuíno por outrem.

E daí, segundo ele, que há necessidade de se incentivar os casais para não viverem com base nas aparências, lembrando que a igreja e a sociedade ensinam princípios cívicos e éticos de boa vivência.

“Algumas famílias actualmente por causa da carência de vida admitem envolvimento de filhas com homens que já têm família constituída, alguns mais velhos, por terem possibilidades financeiras, atitudes reprováveis.

Aconselhou  os casais a apostar mais no afecto, na partilha de ideias e troca de gestos para evidenciar cada vez mais o amor.

“Por isso encorajamos a sociedade, juventude e não só, para investirem bem no namoro, uma vida a dois requer muita entrega pessoal, amor paciência, temperança”, frisou.

O religioso considerou como aspecto fundamental, as origens familiares, seus hábitos, costumes e valores culturais, elementos importantíssimos para se levar condignamente uma vida a dois.

Referiu que cada casal no dia dos namorados oferece o que está ao seu alcance, “até mesmo um beijo poderá ter grande significado naquela ocasião”, enfatizou.

Para si, os cristãos devem ser o modelo para sociedade, não querendo com isso dizer que são perfeitos, mas têm a obrigação mínima de o fazer.

Reconheceu que a sociedade precisa ser reeducada, facto que leva a igreja a promover palestras sobre ética filosofica e acompanhamento as famílias, assim como colóquios e encontros semestrais com casados e namorados.

Referiu que o trabalho é contínuo e de grande responsabilidade, pelo que pediu mais apoios da Comunicação Social na divulgação dos apelos que as igrejas desenvolvem diariamente para moralização da sociedade.

Assuntos Sociedade  

Leia também
  • 12/02/2018 18:30:22

    Cuanza Norte: Comboio volta a circular no traçado Luanda/Malanje

    Ndalatando - A circulação normal dos comboios do Caminhos-de-Ferro de Luanda (CFL), no troço Luanda/Malanje, foi reposta nesta segunda-feira, após cinco dias de paralisação, derivada de um descarrilamento ocorrido a 07 de Fevereiro, a 12 quilómetros de Ndalatando (capital do Cuanza Norte).

  • 11/02/2018 18:22:25

    Melhorias sociais precisam-se nos Luchazes - População

    Cangamba - A população do município do Luchazes, sudoeste do Luena, capital do Moxico, solicitaram hoje, domingo, ao Governo Provincial, um maior investimento nos sectores económico e social da região, para devolver-lhes a qualidade de vida.

  • 11/02/2018 14:54:46

    Bié: Jovens devem ser reserva da moralidade na sociedade - CPJ

    Cuito - O presidente do Conselho Provincial da Juventude (CPJ) no Bié, Jonatão Tchilembe Cassapi, realçou hoje, domingo, no Cuito, a necessidade dos jovens procurarem ser reserva da moralidade na sociedade, visando contribuir no resgate dos valores éticos.

  • 10/02/2018 23:53:38

    Cuanza Norte: CFL já trabalha na reposição da circulação do comboio Luanda/Malanje

    Ndalatando - Uma equipa técnica dos Caminhos de Ferro de Luanda (CFL) já trabalha na reparação da linha visando a reposição da circulação normal do comboio de Luanda/Malanje após o descarrilamento ocorrido na última quarta-feira (7 de Fevereiro) na localidade do vale do Zondo, a 12 quilómetros de Ndalatando (capital do Cuanza Norte).