Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Fevereiro de 2018 | 18h52 - Actualizado em 15 Fevereiro de 2018 | 10h41

Lubango precisa de mais 70 fiscais

Lubango- Pelo menos 70 fiscais são necessários para auxiliar os 20 controlados pela administração municipal do Lubango, para reforçar o processo de controlo da venda ambulante, informou, quarta-feira, o director municipal da fiscalização da administração local, José Simões.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Administração Municipal do Lubango

Foto: josé krithinas (arquivo)

Em declaração à Angop, o responsável que falava sobre a fiscalização da venda ambulantes na cidade, disse que do número de fiscais existentes servem apenas para os pontos mais “críticos” da localidade, com maior concentração de vendedores, sobretudo no centro.

“Com a insuficiência de fiscais, tudo fica mais difícil, tanto é que mesmo tendo os inspectores, às vezes são apedrejados e ameaçados pelos comerciantes que praticam esta actividade de forma ilegal”, referiu.

De acordo com o responsável, a situação das vendas ambulantes passam de transgressão administrativa e transpõem a criminal, já que tem uma postura legislativa de transgressão a crime, a fiscalização deixa de ter peso nisso, embora seja responsabilidade da administração.

“A teimosia dos vendedores faz com que o trabalho não corra da melhor maneira, às vezes que trabalhamos em colaboração com a Policia Nacional e no momento que a polícia passa pelo local fica tudo limpo, mas depois de saírem regressam ao local", esclareceu

Reforçou que para a sua área, além da carência dos 70 fiscais, precisam igualmente de duas viaturas para as deslocações, sisutação que é do domínio da administração, mas que não se vislumbra uma solução para já.

O gabinete municipal de fiscalização do Lubango para além de inspeccionar actividade de venda ambulante, também fiscaliza construções não autorizadas pela administração.

Leia também
  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 03/02/2019 12:53:13

    Cidadã de 18 anos de idade violada por três homens no Lubango

    Lubango - Uma cidadã de 18 anos de idade foi violada por três indivíduos desconhecidos na noite de sábado, no município do Lubango, província da Huíla, informou hoje, domingo, o porta-voz da Polícia Nacional na Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo.

  • 01/02/2019 00:38:55

    Mais de 130 casos de violência doméstica registados na Matala

    Matala - Cento e 34 casos de violência doméstica foram registados no município da Matala, província da Huíla, durante o ano de 2018, 63 a menos que no ano anterior, informou quinta-feira a chefe de Secção da Acção Social Familia e Promoção da Mulher Lúcia Ndjiloy.

  • 29/01/2019 21:17:17

    Famílias desalojadas no Uíge beneficiam de bens alimentares

    Uíge - Onze famílias da aldeia de Calumbo, no município sede do Uíge, desalojadas em consequência das chuvas, beneficiaram, nesta terça-feira, de bens alimentares, numa iniciativa do Gabinete Provincial de Acção Social, Família e Igualdade de Género.