Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Fevereiro de 2018 | 13h18 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 15h28

Tolerância é um dos pontos chaves para uma relação duradoura

Luanda - O dia dos namorados é comemorado pelos casais apaixonados com juras de amor e presentes simbólicos para o parceiro considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, a professora Ana Maria de Oliveira (62 anos), que é casada há 41 anos com João Lucas de Oliveira Júnior (70).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Casal Lucas e Ana falam sobre Relacionamento

Foto: Gaspar dos Santos

O casal, com cinco filhos, concorda que os pontos chaves para se ter um namoro que culmine com o casamento passam pela amizade, tolerância, confiança e paciência.

Refere que graças a isso a união, que começou em 1977, rendeu uma família unida, pois “o meu marido é um excelente companheiro, dedicado, meu amigo, porto seguro, meu eterno namorado”.

Para eles, o namoro é a fase em que o casal procura conhecer-se, solidificar e cultivar a confiança um pelo outro, para seguir o caminho do matrimónio e isso serve de avaliação se vale ou não a pena o homem ou a mulher em causa.

“Infelizmente, o namoro de hoje está mas virado à vida sexual, os casais conhecem-se pouco, razão de muitos casamentos fracassados e pouco duradouros”, frisou.

Antigamente, quando o marido saísse e demorasse a chegar na hora de costume, a primeira preocupação era saber se o mesmo está bem, mas, hoje, pensa-se logo se não está em casa foi ter com uma namorada e quando chega muda de comportamento, daí que surgem as confusões e os desentendimentos.

Considerou o imediatismo como um factor preocupante que tem afastado muitos jovens casais, aconselhando-os  a ser parceiros, sublinhando que “quando a amizade é boa o único motivo que vai fazê-los separar é a morte, desde que haja respeito um pelo outro e que ninguém interfira de forma negativa na vida do casal".  

Lembrou que há interferências positivas, aqueles que aconselham que dão uma força, mas há outras que procuram desestabilizar a vida do casal, criando conflitos e intrigas.

Assuntos Sociedade  

Leia também
  • 12/11/2018 10:24:41

    População de Cahenda ganha sistema de abastecimento de água

    Ndalatando - A localidade de Cahenda, situada há dois quilómetros da sede municipal de Samba-Cajú (província do Cuanza Norte) conta desde domingo e pela primeira vez, com um sistema de abastecimento de água comunitário, constituído por dois chafarizes e uma lavandaria.

  • 11/11/2018 13:43:52

    ISPPW vai traduzir manuais sobre autarquias em Tchokwé

    Luena - O Instituto Superior Politécnico Privado Walinga (ISPPW) do Moxico vai traduzir de português para língua nacional Tchokwé os manuais a serem produzidos sobre as autarquias locais, para permitir maior compreensão dos conteúdos por parte da população.

  • 11/11/2018 12:11:19

    População da Capaladanda ganha sistema de distribuição da água potável

    Luau - Três mil e 800 habitantes do bairro "Capaladanda", arredores da sede municipal do Luau, província do Moxico, ganharam hoje, domingo, um novo sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável, no âmbito das comemorações do 43º aniversário da Independência Nacional.

  • 11/11/2018 10:00:46

    Arcebispo valoriza Operação Resgate

    Saurimo - O arcebispo da arquidiocese de Saurimo (Lunda Sul), Dom José Imbamba, afirmou, sexta-feira, em Saurimo, que a Operação Resgate, em curso no país, é uma medida que se impõe para se por ordem no ordenamento social de Angola.