Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Dezembro de 2018 | 22h08 - Actualizado em 14 Dezembro de 2018 | 22h18

TAAG doa bens diversos à antiga Leprosaria da Funda

Luanda - A antiga leprosaria da Funda, no município de Cacuaco, em Luanda, beneficiou hoje (sexta-feira) de uma doação de bens diversos, numa gentileza da TAAG - Linhas Aéreas de Angola, S.A, no quadro das acções de responsabilidade social desta companhia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ex-Leprosaria da Funda

Foto: Lucas Neto

Entre os produtos oferecidos ao agora Centro de Saúde e Reabilitação, destacam-se alimentos perecíveis e não  perecíveis, vestuários, calçados, material escolar, entre  outros, resultantes de uma campanha de recolha efectuada pelos trabalhadores da operadora.

“Conseguimos  através  de uma  onda de solidariedade  recolher  bens  para  acudir  os  que  mais  necessitam “, salientou à Angop o porta-voz da TAAG, Carlos Vicente, referindo que  o gesto enquadrou-se no octagésimo  aniversario  da  DTA/TAAG, assinalado no mês de Setembro.

Antes   da entrega  do  donativo, a  comitiva  realizou uma visita guiada   a  instituição, dirigida  pelo seu administrador Joaquim Imperial Santana, que na ocasião informou que o centro se debate com dificuldades alimentares e com a falta de alimentação, fármacos e estruturas sanitárias (latrinas).

Por outro lado, agradeceu a iniciativa da companhia nacional de bandeira e apelou outras entidades a apoiarem a referida unidade, conforme o fez recentemente a Igreja do Nosso Senhor Simão Toco no Mundo e a secretária de Estado do Presidente da Republica para área Social, Fátima Viegas.

O Centro de Saúde e Reabilitação da Funda (ex-leprosaria) não tem cabimentado qualquer verba do Governo e acolhe mais de 14 pessoas, entre as quais duas famílias que residem no local há mais de duas décadas, porque os parentes os abandonaram após o tratamento.

Vive exclusivamente de doações, e neste momento controla 50 doentes assistidos em sistema de ambulatório e conta com 17 colaboradores, 12 efectivos, seis enfermeiros e uma médica estagiária, daí que o seu responsável clama pelo envolvimento da classe empresarial.

O centro oferece tratamento ambulatório a doentes com lepra, tuberculose e outras enfermidades correntes a nível da comunidade, assim como presta assistência social a antigos doentes com lepra que continuam ali a residir porque não têm apoio das famílias.

Assuntos Doação  

Leia também
  • 23/12/2018 23:01:16

    Reclusos na penitenciária do Lubango recebem bens diversos

    Lubango - A população penal da Penitenciária da Huíla recebeu, hoje, nesta cidade, bens de primeira necessidade, para minimizar a carência nos vários domínios, uma oferta da Associação Cristã de Gestores e Dirigentes.

  • 19/12/2018 16:22:00

    Lar da terceira idade "Beiral" beneficia de bens diversos

    Luanda - O Lar da terceira idade "Beiral" beneficiou (hoje) de uma doação de bens de primeira necessidade, composto por alimentos não perecíveis, roupas e materiais didácticos, numa iniciativa da TAAG - Linhas Aéreas de Angola, S.A, no quadro das suas acções de responsabilidade social.

  • 17/12/2018 18:32:21

    Famílias carentes em Viana beneficiam de cesta básica

    Luanda - Cem famílias carentes, incluindo deficientes visuais, localizados no Zango 3 e Kapalanga, no município de Viana, em Luanda, beneficiaram hoje, segunda-feira, de uma cesta básica para o natal, num gesto solidário da Liga Africana de Amizade e Solidariedade para com os Povos (LASP).