Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Março de 2018 | 18h02 - Actualizado em 07 Março de 2018 | 06h42

Bem-estar das crianças requer alianças entre o governo e a sociedade

Huambo - O bem-estar das crianças em Angola requer o reforço das alianças entre as famílias, o governo e as organizações da sociedade civil, afirmou, terça-feira, na província do Huambo, a vice-governadora local para o sector político, económico e social, Maricel Capama.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maricel Capama - Vice-governadora para a área política, económica e social

Foto: Lino Guimarães

Discursando no seminário sobre protecção e promoção dos direitos da criança, explicou que tais alianças devem abranger as comunidades, as administrações municipais e comunais, assim como o sector privado, as associações, igrejas, autoridades tradicionais, incluindo os meios de comunicação social.

Para a vice-governadora, a mitigação do sofrimento de muitas crianças não deve ser encarada como responsabilidade exclusiva do governo, sendo, também, um imperativo moral da própria sociedade que deve se unir para assegurar a materialização dos direitos fundamentais dos menores.

“Todos os componentes da sociedade angolana, neste processo, precisam desempenhar o seu papel. À família cabe a responsabilidade principal de cuidar dos seus filhos e dar-lhes protecção e, por sua vez, o Estado deve apoia-la na realização dos seus deveres e, para além disso, intervir no núcleo familiar com interesse maior nos petizes”, explicou.

Maricel Capama afirmou que o objectivo básico do desenvolvimento social passa, entre várias vias, por melhorar a vida das pessoas, através do alívio de certas dificuldades e da promoção do progresso sócio-económico.
.
No seminário foram analisadas as causas e consequências da violência contra a criança, o que fazer para mitigar o sofrimento das crianças, a Lei 25/12 de 22 de Agosto sobre a protecção e desenvolvimento integral da criança e a revitalização das redes de protecção e promoção dos direitos da criança.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 19/03/2018 17:36:06

    Cidadã de 65 anos espancada até a morte

    Huambo - Uma cidadã de 65 anos de idade, residente na comuna da Luvemba, no município do Bailundo, 103 quilómetros da cidade do Huambo, foi espancada até a morte, por um jovem de 21 anos, que a acusou de feiticeira.

  • 18/03/2018 22:50:28

    Fiéis da IECA chamados a promover boa conduta social

    Caála - Os fiéis da Igreja Evangélicas Congregacional em Angola (IECA) foram exortados hoje, domingo, na cidade da Caála (Huambo), a serem exemplares na promoção da boa conduta social e seguir a doutrina cristã para transformar as comunidades em sociedades humanizadas.

  • 18/03/2018 01:45:54

    Uso correcto das redes sociais entre as metas da juventude da IECA

    Caála - O uso correcto das redes sociais, sobretudo ao serviço da evangelização, consta do plano de acção da juventude da Igreja Evangélica Congregacional de Angola (IECA), aprovado, sábado, na cidade da Caála, província do Huambo.

  • 16/03/2018 21:19:48

    Central Híbrida do Longonjo será concluída em Maio

    Longonjo - As obras da Central Híbrida de Energia Eléctrica do município do Longonjo, 64 quilómetros da cidade do Huambo, serão concluídas em Maio, após quase um ano do seu arranque.