Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

08 Março de 2018 | 17h53 - Actualizado em 09 Março de 2018 | 10h48

Namibe: Bispos da CEAST reflectem sobre a vida da igreja católica e dos seus fiéis

Moçamedes - Bispos da Conferencia Episcopal de Angola e São Tomé e Principe-CEAST, reflectem na primeira assembleia plenária anual que, decorre nesta cidade, sobre a vida da igreja católica e dos seus fiéis, trabalho que está a ser orientado pelo Arcebispo de Luanda, Filomeno de Nascimento Vieira Dias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Namíbe: Arcebispos e Bispo Dionísio Hisiilenapo(dir) da CEAST

Foto: Rosário dos Santos

Na abertura da conferência Episcopal de Angola e São Tome e Príncipe CEAST, D.Filomeno do Nascimento Vieira Dias disse que este é um exercício em que compete aos bispos das várias dioceses, pensarem na vida das suas comunidades e igrejas, num momento particular em que se comemora os 50 anos desta denominação religiosa com muita alegria e satisfação.

Indicou ainda que os 50 anos de existência da CEAST serão celebrados com uma missa na sé Catedral, no município sede de Moçamedes, província do Namibe, marcando assim as celebrações deste grande jubileu.

D.Filomeno Vieira Dias salientou que a sociedade angolana hoje ainda vive um momento de grandes expectativas e esperança, onde várias vozes e tonalidades querem dialogar e pensar no bem-estar da Nação.

 Apontou a necessidade de se dar maior atenção aos povos desta região (Huila, Namibe e Cuando Cubango), dando melhores condições de vida, sobretudo aquelas que vivem em zonas mais recôndita, onde a igreja também é chamada a desempenhar o seu papel de evangelização e não só.

Segundo afirmou, a igreja vai continuar a trabalhar junto destas comunidades, levando sempre o seu testemunho, "pois é nosso compromisso continuar neste caminho e abrirmos também portas das nossas dioceses a esta franja da nossa população que ao longo destes anos tem sido esquecida, marginalizada e abandonada".

Olhando para o programa pastoral  trienal focado na juventude, sendo o  desafio e esperança como promessa de um futuro  de solução, o prelado endereçou um convite aos jovens a encontrarem aquele Deus "o qual o afaste da preguiça e do perder-se de viver,  o qual o permanecer é estar seguro ao qual o estar é renascer, no qual habitar é viver".

Durante a assembleia, os 20 bispos participantes de várias dioceses, vão igualmente dar inicio a realização de um projecto que surge em consequência da carta do Papa Francisco  "Laudate Si", sobre o ambiente.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também