Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Março de 2018 | 05h16 - Actualizado em 09 Março de 2018 | 05h15

Vinte e dois reclusos soltos por cumprimento da pena

Saurimo- Vinte e dois reclusos que cumpriram penas no Estabelecimento Penitenciário da Luzia, arreadores da cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, foram soltos nesta quiinta-feira, pelo tribunal provincial, num acto testemunhado pela vice-governadora para área Social, Política e Económica, Ofélia Xili.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lunda Sul: Soltos 22 presos na cadeia da Luzia

Foto: ANGOP

Ao intervir no acto, a governante considerou positivo que os jovens aprisionados sejam soltos por cumprimento da sua pena, tendo encorajado a darem continuidade na sua formação académica e profissional, com vista a contribuírem no desenvolvimento da província.

Apelou aos reclusos soltos a terem um comportamento digno fora da cadeia, realizarem acções que visam a socialização familiar, para que não possam regressar à cadeia.

Por seu turno, o Comissário dos Serviços Prisionais da Lunda Sul, Pedro Júnior, disse que o acto constitui um incentivo à população penal e os mesmos estão livres da responsabilidade criminal, tendo repreendido os jovens reclusos a mudarem de atitude.

Explicou que muitos deles durante um a dois anos aprisionados na cadeia da Luzia, aprenderam informática, canalização, electricidade e vários cursos, que fora podem realizar seus negócios ou serem contratados pelas empresas para labutarem e serem bem restabelecidos.

A cerimónia de soltura marcou os festejos do Dia Internacional da Mulher que quinta-feira se assinala (08 de Março) testemunhado por membros do governo da província da Lunda Sul e familiares de reclusos.

Com a soltura dos 22 ex-presidiários, o Estabelecimento Prisional da província da Lunda Sul passou a controlar 445 reclusos, entre detidos e condenados.

Com capacidade para albergar 475 reclusos, o estabelecimeto prisional conta com meios modernos de monitorização, área de artes e ofícios, blocos feminino e masculino, centro médico, lavandaria, refeitórios, cozinha industrial, padaria, entre outras áreas.

Leia também
  • 19/03/2018 19:19:51

    Manifestações de carinho e de reconhecimento marcam dia do pai

    Luanda - Diversas manifestações de carinho, amor e reconhecimento do empenho dos pais nas mais múltiplas frentes em beneficio aos educandos e conselhos aos que se furtam no cumprimento de seus deveres, como de prestação de alimentos, marcaram hoje, segunda-feira, a passagem do dia do pai.

  • 15/03/2018 15:48:06

    Governo reconhece feitos dos Antigos Combatentes

    Saurimo - O governo provincial da Lunda Sul reconheceu hoje (quinta-feira), na cidade de Saurimo, os feitos dos Antigos Combates na "Expansão da Luta Armada de Libertação Nacional" que culminou com a proclamação da Independência nacional, a 11 de Novembro de 1975 e que tais acções sirvam de exemplo às novas gerações, dá a cohecer uma mensagem assinada elo goveranador Ernesto Kiteculo.

  • 14/03/2018 17:49:53

    Lunda Sul: Mais de mil ex-militares integrados no mercado de trabalho

    Saurimo - Mil 447 ex-militares da província da lunda Sul, foram formados em cursos profissionais no período compreendido entre 2013/2017, permitindo o seu ingresso no mercado de trabalho, disse hoje, quarta-feira, à Angop, nesta cidade, o director em exercício provincial da Lunda Sul do Instituto de Reintegração Social dos ex Militares(IRSEM), António Upite.

  • 12/03/2018 16:11:21

    Mais de mil jovens inscritos para frequentar cursos profissionais

    Saurimo - Mil e 281 jovens vão frequentar neste ano formativo de 2018 diversos cursos disponíveis nos diferentes centros afectos ao Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) na Lunda Sul, revelou hoje, segunda-feira, em Saurimo, o director provincial da Direcção da Administração Pública Trabalho e Segurança Social (DAPTESS), Pedro Lologe