Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Março de 2018 | 00h57 - Actualizado em 14 Março de 2018 | 00h57

Projecto de gestão de terras melhora bem-estar da população

Chicala-Cholohanga - O acesso da população às zonas de produção agro-pecuária, através da distribuição equitativa de oportunidades, resultante do projecto de gestão de terras, contribui, de forma significativa, para a redução das assimetrias regionais e melhoramento do bem-estar social e económico da população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Gestão de terras facilita desenvolvimento agrícola

Foto: Morais Silva

O reconhecimento é do administrador do município da Chicala-Cholohanga, Luís Sabino Manuel Sampaio, durante o lançamento do Projecto de Gestão de Terras, uma iniciativa conjunta entre as organizações não-governamentais estrangeiras Development Workshop (DW) e World Vision, com financiado da União Europeia.

Disse tratar-se de um plano que concorre, directamente, para a erradicação da pobreza e melhoria da qualidade de vida da população, tendo em conta o acesso facilitado da população às áreas de produção e, ao mesmo tempo, contribuir para a conservação dos solos agricultáveis e na diminuição dos conflitos daí resultantes, com a elevação do conhecimento sobre a Lei de Terras.

Luís Sabino Manuel Sampaio afirmou que a terra constitui, por si só, um bem necessário para o desenvolvimento de qualquer sociedade, daí a necessidade de ser aproveitada para a construção de activos habitacionais e empresariais, com a visão de promover o progresso integral e a redução das assimetrias entre a cidade e a periferia.

Neste sentido, explicou que o projecto de gestão de terras insere-se no Programa de Desenvolvimento do Governo, para o quinquénio 2017/2022, que prevê um conjunto de acções ligadas à sustentabilidade dos recursos naturais e do meio ambiente, com vista a assegurar a monitorização, em todo território nacional, da qualidade ambiental, da água e do solo.

Integram esta componente, segundo o administrador do município da Chicala-Cholohanga, cuja vila localiza-se a 42 quilómetros da cidade do Huambo, os planos de ordenamento do território e de desenvolvimento provincial, com base na criação de um sistema de diagnóstico, monitorização e promoção da educação, formação e capacitação ambiental, de modo a elevar a consciência da população, em particular das crianças e jovens.

Acrescentou que o Governo prevê, igualmente, intensificar a agro-pecuária e florestal, através da implementação de programas de investimento e desenvolvimento da agricultura familiar, apoio e fomento à produção animal, reforço do cooperativismo e associativismo no sector agrário, extensão da actividade pesqueira, reabilitação e construção das infra-estruturas conexas.

O projecto de gestão de terras visa contribuir para a criação de um quadro que possa facilitar a programação do uso de terras em três municípios do planalto central, designadamente Huambo, Chicala-Cholohanga e Cachiungo, tendo em conta a garantia da segurança de posse da terra e do aumento dos índices de produtividade, para combater à pobreza.

Com uma população total estimada 103 mil habitantes, na sua maioria camponeses, distribuídos nas comunas do Mbave, Sambo, Samboto e Sede, o município da Chicala-Cholohanga ocupa uma área de 4.380 quilómetros quadrados.

Pelo município, que no passado também se destacou na produção de milho e trigo, passa uma estrada nacional, em direcção às províncias do Bié e Cuando-Cubango, além do Caminho de Ferro de Benguela. A localidade é também conhecida por ser a nascente de grandes rios, entre os quais Cunene, Keve e Kuvango.

Leia também
  • 21/03/2018 02:01:10

    Huíla: Mais de 40 famílias Recebem apoios

    Lubango - Quarenta e uma famílias desalojadas pelas chuvas no último fim-de-semana no bairro Comercial, município do Lubango, começaram terça-feira, nesta cidade, a receber do governo da Huíla lotes de terra de 600 metros quadrados destinados a auto-construção de residências, na zona da Eywa, no projecto das 200 casas evolutivas.

  • 20/03/2018 22:51:13

    Malanje: Serviço Penitenciáro descarta excesso de prisão preventiva

    Malanje - O director provincial do Serviço Penitenciário, Subcomissário Prisional Chinhama Samuel Jamba, descartou nesta terça-feira a possibilidade de existir casos de excesso de prisão preventiva nos três centros de reclusão existentes na província.

  • 20/03/2018 22:29:00

    Autoridades Tradicionais apresentam preocupações das comunidades

    Huambo - Os sobas do município do Huambo, província com o mesmo nome, solicitaram, hoje, a administração local a reparação das vias de acesso aos bairros periféricos e a melhoria do saneamento básico, de modo a garantir o bem-estar das comunidades

  • 20/03/2018 20:11:21

    Estabelecimento prisional do Huambo está sobrelotado

    Huambo - Mil e 217 reclusos estão no estabelecimento prisional da província do Huambo, cuja capacidade de acomodação é, apenas, de 820, informou hoje, terça-feira, o delegado local em exercício do ministério do Interior, Armando Vieira.