Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Abril de 2018 | 14h12 - Actualizado em 16 Abril de 2018 | 14h12

Técnicos da sociedade civil exortados a primar pela ética no exercício do jornalismo comunitário

Uíge - A necessidade de criatividade e respeito pelos princípios de ética e deontologia no exercício da actividade jornalística foi hoje, segunda - feira, nesta cidade, recomendado aos técnicos das organizações da sociedade civil que participaram no workshop sobre o jornalismo comunitário.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando na abertura do evento, a directora em exercício da comunicação social no Uíge, Luísa Venâncio, disse ser importante que o técnico, no exercício da sua missão, prime pelo respeito às normas estabelecidas para o êxito da actividade jornalística.

A responsável reconheceu igualmente que o papel fundamental das organizações da sociedade civil, na parceria com governo, reside na resolução dos problemas da população.

Durante a abertura cerimónia do workshop promovido pela coordenação da rede das organizações da sociedade civil de luta contra a pobreza da região norte no Uíge, Luísa Venâncio recordou ainda a necessidade de os participantes absorverem as matérias a ser administradas, para que sirvam de ferramentas importantes no tratamento de informações.

A acção formativa com duração de quatro dias, está a ser orientada por formadores locais e abordam igualmente matérias sobre assessoria de imprensa, técnica de recolha e tratamento de informação, novas tecnologias de comunicação, entre outras.

Participam no workshop 20 técnicos de organizações da sociedade civil dos municípios Uíge, Songo e Mucaba.

A coordenação da rede das organizações da sociedade civil de luta contra a pobreza, que opera nas províncias de Luanda, Uíge e Zaire, é uma organização não-governamental que está levar a cabo a implementação de um projecto denominado “acção para o orçamento municipal mais inclusivo e democrático”.

Assuntos Apelo   Província » Uíge   Sociedade  

Leia também
  • 11/11/2018 08:28:25

    Metade das residências do Quilomoço entregue aos respectivos moradores

    Uíge - Quinhentas e cinco residências da centralidade Horizonte do Quilomoço, na cidade do Uíge, foram entregues aos moradores, desde o passado mês de Agosto, data de início do processo de comercialização.

  • 11/11/2018 07:53:15

    Ex-Leprosaria da Funda regista 50 novos casos em nove meses

    Luanda - A ex-Leprosaria da comuna da Funda, município de Cacuaco, diagnosticou, de Janeiro a Setembro de 2018, 50 novos casos de lepra, deu a conhecer hoje, quinta-feira, em Luanda, o administrador do actual Centro de Saúde e Reabilitação da Funda, Joaquim Imperial Santana.

  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).