Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Junho de 2018 | 03h26 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 03h34

Governante satisfeita com VI Conselho Superior da Juventude

Ondjiva - A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paulo do Sacramento, disse, quarta-feira, em Ondjiva, província do Cunene, estar satisfeita com os resultados do VI Conselho Superior da Juventude, no qual se discutiu temas pertinentes para o desenvolvimento académico, social e económico dos jovens.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ana Paula Sacramento - Ministra da Juventude e Desporto (arquivo)

Foto: Francisco Miudo

Ao discursar na cerimónia de encerramento do encontro, que começou terça-feira, a governante salientou que o encontro constituiu um espaço de eleição para promoção do diálogo abrangente entre os diversos actores públicos e privados na busca de soluções dos problemas da juventude.

Lembrou que foi já aprovado o Plano de Desenvolvimento Nacional do Executivo que vai dinamizar a materialização do Programa de Desenvolvimento Integral da Juventude para o período de 2018-2022.

Esse plano, explicou, vai se ajustar ao quadro macro económico que o país enfrenta.

Por sua vez, os participantes recomendaram a descentralização e divisão por quota do valor global de financiamento do crédito Projovem, pelas 18 províncias do país.

Os delegados, através do documento final do encontro, referiram que a política centralizada do crédito Projovem, aprovado em Janeiro de 2017, possui “constrangimentos e estrangulamento” na sua implementação.

“O crédito Projovem tem inúmeros defeitos, pois os seus requisitos desencorajam os jovens interessados, sendo que muitos deles não dispõem de meios para hipotecas”, argumentaram.

Apelaram às autoridades do país créditos bonificados para os jovens para terem acesso aos projectos habitacionais do país.

A maior parte dos jovens, argumentaram os delegados, não têm rendimentos suficientes para custear as rendas resolúveis das habitações.

Os jovens pretendem ainda que o Instituto Nacional de Acreditação e Reconhecimento do Ensino Superior tenha representações nas 18 províncias do país, para facilitar o trabalho dos estudantes universitários.

O Conselho Superior da Juventude é um órgão de consulta para as tarefas de concepção e elaboração das políticas e estratégias do Estado para a juventude e de coordenação de programas e projectos interdisciplinares que envolvem diferentes organismos do Estado e de organizações da sociedade civil, visando a melhoria da qualidade de vida dos jovens.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 05/02/2019 12:13:18

    Hospital missionário ganha novos espaços

    Ondjiva - Um centro de tratamento de tuberculose, uma morgue e sete casas para médicos, do tipo T1 e T2, construídos de raíz, afecto ao hospital missionário do Chiulo, no município de Ombadja, província do Cunene, foram inaugurados segunda-feira, pelo governador local, Virgílio Tyova.

  • 31/01/2019 17:46:22

    Responsável aponta medidas para reduzir impacto da seca no Cunene

    Ondjiva - O desassoreamento dos rios, construção de canais de irrigação e chimpacas são algumas das soluções indicadas pelo director provincial em exercício do Gabinete do Ambiente do Cunene, Tchingungo Contreiras, para minimizar o impacto da seca que regulamente afecta a circunscrição.

  • 29/01/2019 13:28:09

    Seca no Cunene requer soluções imediatas

    Ondjiva - A situação da seca na província do Cunene requer soluções concretas e imediatas para acudir à população afectada pela carência de água, referiu hoje, terça-feira, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, em Ondjiva.

  • 29/01/2019 12:38:48

    Governo assegura apoio alimentar às pessoas afectadas pela seca

    Ondjiva - Duzentas e 84 mil e 780 pessoas na província do Cunene afectadas pela seca vão beneficiar, dentro de dias, de assistência alimentar, anunciou hoje, terça-feira, em Ondjiva, o Secretário de Estado para Acção Social, Lúcio do Amaral.