Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Junho de 2018 | 14h11 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 19h58

Secretário de Estado defende criação de planos de carreiras

Luanda - As organizações devem criar planos de carreiras que contribuem para assegurar a continuidade da qualidade dos seus quadros, defendeu hoje, quarta-feira, em Luanda, o secretário de Estado do Trabalho e Segurança Social, Jesus Moreira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Participantes ao Encontro sobre Sistema Retributivo da Função Pública do MAPTSS

Foto: Gaspar dos Santos

Secretário de Estado do Trabalho e Segurança Social, Jesus Moreira

Foto: Gaspar dos Santos

O responsável, que falava durante o encontro sobre “O sistema retributivo da função pública”, referiu haver um défice a nível dos organismos face ao novo contexto sócioeconómico e político que o país atravessa.

Esclareceu que o encontro tem como objectivo criar um equilíbrio em relação a matéria por ser sensível para a vida de cada, relativo as retribuições (salário), carreiras e promoção, elementos que fundamentam o trabalho.

O encontro visa ainda o reforço de competências dos participantes em matérias de regimes de carreiras, bem como elucidar os procedimentos e princípios do sistema.  

Apontou ainda que no início do ano em curso até a data presente, constata-se uma onda de manifestações por parte dos trabalhadores dos sectores da educação, saúde, ensino superior, PGR e do Ministério da Justiça a reivindicar por melhores condições de trabalho.

Essas reclamações demonstram a existência de tabelas salariais distorcidas, elaboradas sem a observância de princípios de equidade interna e externa que se exige para uma estrutura de tabela salarial.

Por este motivo, o sector teve a necessidade de realizar uma acção formativa dirigida aos técnicos dos órgãos de recursos humanos dos organismos da função pública, representantes dos sindicatos e jornalistas para que sejam munidos de conhecimentos sobre as matérias de estruturação de carreiras e do sistema retributivo.  

 Durante o encontro, com término marcado para quinta-feira, estão a ser abordadas vários temas sobre regimes de carreiras, ingresso e acesso na função pública, sistema retributivo da função pública, tabelas e subsídios .

Assuntos MAPTSS   Sociedade  

Leia também
  • 13/06/2018 18:28:22

    Portadores de albinismo consideram que discriminação tende a reduzir

    Malanje - Algumas pessoas portadoras de albinismo, em Malanje, consideram que a discriminação racial de que eram alvo os indivíduos com esse tom de pele, tende a reduzir significativamente nos últimos tempos, devido a moralização das consciências dos cidadãos e do combate ao preconceito promovido pela sociedade e o Estado.

  • 13/06/2018 17:28:52

    Polícia Nacional retira armas de fogo de supostos marginais

    Luanda - Cinco armas de fogo foram retiradas nas últimas 24 horas das mãos de supostos marginas pelo Comando Provincial da Polícia Nacional (PN), menos uma em relação ao período anterior, revela uma fonte policial.

  • 13/06/2018 15:14:47

    CICA pede reforço da capacidade de resiliência das comunidades

    Ondjiva - O reforço da capacidade de resiliência das comunidades, para a preservação do meio ambiente. foi solicitado, quarta-feira, em Ondjiva, província do Cunene, pelo coordenador do Projecto Justiça Climática, afecto ao Conselho Nacional de Igrejas Cristas em Angola (CICA), Manuel Domingos.

  • 13/06/2018 14:59:39

    Nova responsável da Justiça aposta na expansão do registo de nascimento

    Ndalatando- A expansão dos serviços de registo civil às zonas mais recônditas do Cuanza Norte, visando assegurar o registo do nascimento a todos os cidadãos, constitui a aposta da nova delegada província da Justiça e Direitos Humanos, Delfina Graciosa Camulombo, segundo declarou a mesma esta quarta-feira, em Ndalatando.