Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2018 | 08h57 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 08h56

Crescimento da população nacional estima-se em 3,1 por cento

Luanda - A taxa de crescimento natural previsto para o ano 2018 é de 3,1 por cento, mesmo número que no ano 2017 e superior ao ano 2016 que atingiu os 3 por cento, informou nesta quarta-feira, o Técnico do Instituto Nacional de Estatística (INE), Ezequiel Luís.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Infografia do Censo Populacional

Foto: Angop

A população angolana de acordo com último censo feito em 2014 estima-se em mais de 25 milhões, sendo maioritariamente jovem e do sexo feminino que corresponde a 46 por cento e vai dos 0 aos 14 anos de idade.

O responsável falava numa palestra realizada pelo INE sobre a população de Angola e o mundo numa data que se assinala o Dia Mundial da População (11 de Julho).

Em Angola, cerca de 25 por cento de nascimentos ocorrem em menos de 24 meses após o nascimento anterior, o que representa maior risco para a saúde da mãe e criança.

A taxa de fertilidade é quase duas vezes superior no Bié e Huambo, comparativamente as províncias de Luanda e Cabinda.

O responsável referiu que a esperança de vida dos angolanos vai até aos 62 anos de idade, sendo que as mulheres atingem os 63 anos e os homens aproximadamente 61 anos de idade.

O responsável informou que o INE está a realizar um inquérito sobre despesas receitas e emprego que visa actualizar as informações do agregado familiar para se avaliar a taxa de pobreza, entre outras informações ligadas ao estado actual da população.

O Dia Mundial da População é um evento anual, celebrado a 11 de Julho. O objetivo do Dia Mundial da População é alertar para as questões do planeamento e do desenvolvimento populacional, quando muita gente não tem acesso a recursos e serviços básicos como saúde, educação, saneamento, comida entre outros.

O evento foi criado pelo Conselho de Governadores do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas em 1989.

Assuntos Pessoas   Sociedade  

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.