Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2018 | 11h39 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 12h07

Pastor condenado a 10 anos de prisão por violação sexual

Ondjiva - O pastor da Igreja Ministério de Alsadam, no Cunene, Cornelius Simon, de 42 anos de idade, de nacionalidade namibiana, foi condenado hoje, quinta-feira, em Ondjiva, a 10 anos de prisão maior pelo Tribunal Provincial, por abusar sexualmente de três das quatro meninas crentes que viviam na sua residência.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cunene: Juíz presidente do Tribunal Provincial - Lourenço José

Foto: José Cachiva

Ao ler a sentença, o juíz presidente do tribunal provincial, Lourenço José, referiu ter ficado provado que a partir de Julho de 2017, o réu praticava estes actos com as meninas com idade entre os 14 a 21 anos, que se encontravam em sua residência, por aceitação das famílias, para sessões de orações de curas divinas.

O juíz fez saber que se provou nos autos que o condenado não tem poder de curas divinas, manteve actos sexuais com as vítimas, aproveitando-se das suas fraquezas dizendo que os actos sexuais fazem parte do tratamento da cura e quem não obedecesse as ameaçava de que Deus ia amaldiçoar.

De acordo ainda com o acórdão, além dos 10 anos de prisão maior, o condenado deverá pagar uma taxa de indemnização no valor de 700 mil Kwanzas a favor das ofendidas e 150 mil Kwanzas de taxa de justiça.

O condenado começou a ser julgado no passado dia 3 do corrente mês, sob o processo nº 90/18 do Tribunal Provincial do Cunene, tendo o caso chegado ao Serviço Provincial de Investigação Criminal, depois de uma das meninas ter contado aos pais, que decidiram denunciar o pastor.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.