Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2018 | 19h52 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 19h52

Registados 31 crimes violentos nos últimos três meses

Huambo - Trinta e um crimes violentos, praticados com recurso a armas de fogo, foram registados, na província do Huambo, de Abril a Junho deste ano, informou hoje, quarta-feira, a directora local adjunta dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), intendente Alexandrina Alberto Monteiro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando em conferência de imprensa sobre a situação delituosa nesta região, disse que apesar de haver uma redução de cinco casos, tais casos revelam a existência de material bélico em posse ilegal de civis.

A estes crimes violentos, segundo ela, juntam-se 863 diversos registados no mesmo período, perfazendo um total de 876, mais 234 que nos três meses anteriores, tendo sido esclarecidos 621.

Informou terem sido detidos, de Abril a Junho, 723 cidadãos, mais 86 que em análogo período anterior, acusados de serem autores dos 621 crimes esclarecidos.

Os supostos criminosos com idades entre os 11 aos 45 anos, segundo a directora adjunta do SIC, actuavam em grupos, sobretudo no período nocturno, tendo como bens de preferências dinheiro, viaturas, motorizadas, computadores, telemóveis e electrodomésticos diversos.

Dos 876 crimes registados nos últimos três meses, segundo a intendente Alexandrina Alberto Monteiro, os mais frequentes foram os furtos (286), as ofensas corporais (234), os roubos (212), os homicídios voluntários (25) e as violações sexuais (10). Os demais foram cometidos contra a ordem e a tranquilidade pública.

O município do Huambo foi o que mais crimes registou, com 540 casos, seguido pelos municípios da Caála (93), Bailundo (65) e o Cachiungo, com 54 crimes.

Ainda de Abril a Junho do ano em curso, informou terem sido realizadas, no âmbito do enfrentamento operacional, 22 micro-operações que culminaram no desmantelamento de três grupos de marginais, compostos, no seu todo, por 15 cidadãos, que se dedicavam ao cometimento de roubos e furtos de viaturas, concorridos com crimes de homicídio ou de ofensas corporais por disparo de arma de fogo, homicídio voluntário, violação e tráfico de menor gravidade.

Na mesma sequência, disse, procedeu-se o esclarecimento de mil e 67 crimes diversos que permitiram a detenção de 156 cidadãos, assim como a apreensão de oito viaturas, 19 motorizadas, 27 armadas de fogo de diferentes calibres, 326 munições, duas granadas, bens e electro-domésticos diversos.

Quanto à actividade processual, a intendente Alexandrina Alberto Monteiro deu a conhecer que o Serviço de Investigação Criminal procedeu, nos últimos três meses, a abertura de 876 processos, tendo instruído e concluído 639, sendo que 607 foram remetidos à juízo, dos quais 245 com arguidos presos e 362 sem presos.

Foram arquivados 19 processos, 13 aguardam a produção de melhores provas e outros sete mil e 745 processos crimes por instrução processual.

Disse terem constituído facto de realce a ocorrência de 48 transgressões tributárias, com realce para a omissão da contribuição no Instituto Nacional de Segurança Social e a falta de pagamento do imposto de rendimento sobre o trabalho.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 10/07/2018 17:23:30

    Vila da comuna da Calenga às escuras há sete anos

    Caála - A vila da comuna da Calenga, município da Caála, 33 quilómetros da cidade do Huambo, continua privada do fornecimento de energia eléctrica, sete anos depois dos dois grupos geradores, de 120 e 250 kaveares, terem avariado.

  • 10/07/2018 00:03:12

    Administração do Chinjenje constrói infra-estruturas sócio-económicas

    Chinjenje - Uma escola e uma loja rural começam a ser construídas ainda este mês na povoação do Lossole, município do Chinjenje, 165 quilómetros da cidade do Huambo, infra-estruturas inseridas no programa integrado de desenvolvimento do município.

  • 08/07/2018 19:51:22

    Projecto Fendeli assiste idosos do Lar Ongundji Yomuenho

    Huambo - O projecto Fendeli promoveu hoje uma actividade filantrópica no lar de idosos Ongundji Yomuenho, arredores da cidade do Huambo, no cumprimento do seu programa de assistência social aos desfavorecidos.