Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Julho de 2018 | 17h23 - Actualizado em 10 Julho de 2018 | 17h23

Vila da comuna da Calenga às escuras há sete anos

Caála - A vila da comuna da Calenga, município da Caála, 33 quilómetros da cidade do Huambo, continua privada do fornecimento de energia eléctrica, sete anos depois dos dois grupos geradores, de 120 e 250 kaveares, terem avariado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi confirmado hoje, terça-feira, à Angop, pelo administrador da comuna, Alberto da Costa Prego, lamentando a inexistência de peças de reposição no mercado nacional.

Disse, ainda, que a administração local não possui recursos financeiros para adquirir novos grupos geradores, o que faz perdurar o problema, cuja solução poderá passar pelo transporte de energia a partir da cidade da Caála.

Para tal, informou que os postos de transportação de energia eléctrica já estão próximos da vila da Calenga, onde, segundo o administrador, também está a ser equacionada a possibilidade de se obter energia a partir da central hídrica em construção no município do Longonjo.

Além da falta de energia eléctrica, as coisas também não correm no sector das águas, já que as condições naturais da comuna impedem a escavação de cacimbas para a população obter o precioso líquido.

As oito manivelas e os seis sistemas montados na comuna não são suficientes para atender a demanda, sobretudo nesta época seca em que a carência aumenta.

Para minimizar-se a situação do acesso a água potável, o administrador da comuna diz serem necessários, pelo menos, 20 furos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também