Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Agosto de 2018 | 12h16 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 11h49

Polícia confirma detenção de efectivos envolvidos em fraude

Luanda - As autoridades policiais em Luanda confirmaram a detenção de quatro elementos, dos quais três efectivos da corporação, acusados de terem retirado fraudulentamente da residência de um cidadão de nacionalidade maliana 33 milhões e 174 mil kwanzas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo da Polícia Nacional

Foto: Google/Divulgação

Segundo um comunicado do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior que a Angop teve acesso hoje, sexta-feira, encontram-se detidos dois agentes da ordem pública, um do Serviço de Investigação Criminal (SIC) e um motorista da vítima que passou a informação sobre a existência dos valores monetários.

O documento indica que da acção investigativa resultou, para além das detenções, na recuperação de 18 milhões e 296 mil kwanzas.

A nota refere que a investigação ainda não esta concluída, e diligências estão em curso para o esclarecimento total dos factos.

Por outro lado, a delegação provincial do Minint refuta as acusações, consideradas graves, posta a circular nas redes sociais e em alguns órgãos de comunicação social da existência de um esquadrão da morte ligado ao SIC, razão pela qual estas acusações são passíveis de responsabilização criminal.

“ O Minint já deu mostra de ser uma organização que demarca-se de práticas do género com a condenação em foro criminal militar e responsabilização disciplinar de vários efectivos envolvidos em crimes e infracções disciplinares”, sublinha.

Por isso, prossegue a nota, reitera o apelo aos órgãos de comunicação social no sentido de não veicularem informações de fórum criminal, sem que tenham acesso a informação oficial, sob pena de incorrerem em actos criminosos e de desinformarem o público.

Leia também
  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.

  • 01/02/2019 23:36:45

    Deputados da UNITA sugerem aumento dos postos de identificação

    Luanda - Deputados do grupo parlamentar da Unita manifestaram-se preocupados, face as enchentes que se registam nos postos de Identificação Civil e Criminal no município de Viana, em Luanda, e sugerem o aumento de mais serviços para se atenuar a demanda.

  • 31/01/2019 13:37:17

    Maior parte dos incêndios é causado por negligência

    Luanda - Cinquenta e um incêndios dos 72 registados, em Luanda, durante o mês de Janeiro deste ano, foram provocados por negligência, menos cinco em relação ao mesmo período de 2018.

  • 31/01/2019 13:15:38

    PN detém oficial no Cazenga por suspeita de corrupção

    Luanda - A Polícia Nacional deteve, na última quarta-feira, 30, um sub-chefe pertencente à 12ª esquadra, no município do Cazenga, em Luanda, por alegado envolvimento em actos de corrupção.