Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Agosto de 2018 | 12h16 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 11h49

Polícia confirma detenção de efectivos envolvidos em fraude

Luanda - As autoridades policiais em Luanda confirmaram a detenção de quatro elementos, dos quais três efectivos da corporação, acusados de terem retirado fraudulentamente da residência de um cidadão de nacionalidade maliana 33 milhões e 174 mil kwanzas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo da Polícia Nacional

Foto: Google/Divulgação

Segundo um comunicado do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior que a Angop teve acesso hoje, sexta-feira, encontram-se detidos dois agentes da ordem pública, um do Serviço de Investigação Criminal (SIC) e um motorista da vítima que passou a informação sobre a existência dos valores monetários.

O documento indica que da acção investigativa resultou, para além das detenções, na recuperação de 18 milhões e 296 mil kwanzas.

A nota refere que a investigação ainda não esta concluída, e diligências estão em curso para o esclarecimento total dos factos.

Por outro lado, a delegação provincial do Minint refuta as acusações, consideradas graves, posta a circular nas redes sociais e em alguns órgãos de comunicação social da existência de um esquadrão da morte ligado ao SIC, razão pela qual estas acusações são passíveis de responsabilização criminal.

“ O Minint já deu mostra de ser uma organização que demarca-se de práticas do género com a condenação em foro criminal militar e responsabilização disciplinar de vários efectivos envolvidos em crimes e infracções disciplinares”, sublinha.

Por isso, prossegue a nota, reitera o apelo aos órgãos de comunicação social no sentido de não veicularem informações de fórum criminal, sem que tenham acesso a informação oficial, sob pena de incorrerem em actos criminosos e de desinformarem o público.

Leia também
  • 10/08/2018 11:40:39

    Bombeiros sensibilizam proprietários de estabelecimentos comerciais

    Luanda - O comando de Luanda do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) intensifica, desde segunda-feira, o trabalho profilático de inspecção e reinspenção nas superfícies comerciais com vista a prevenir a propagação de incêndios.

  • 09/08/2018 18:37:18

    Munícipes de Cacuaco clamam pela solução de multi-problemas

    Luanda - A necessidade da construção de escolas, apetrechamento com carteiras, fornecimento de energia eléctrica, água potável, saneamento básico e construção de estradas foram algumas das inquietações apresentadas por moradores dos Distritos Urbanos dos Mulenvos de Baixo e do Kicolo (Cacuaco), hoje, quinta-feira, ao administrador Augusto José.

  • 09/08/2018 13:52:28

    ICRA realiza formação e campanha comunitária sobre género

    Luanda - O Instituto de Ciências Religiosas de Angola (ICRA) realiza, na próxima semana, a apresentação pública da campanha de sensibilização comunitária, seguida de formação sobre género e participação, no âmbito do projecto ?Educação e participação para igualdade? .