Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Agosto de 2018 | 16h35 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 16h34

Proposta de Lei do antigo combatente define beneficiários

Luanda - A Proposta de Lei do Antigo Combatente e Veterano da Pátria contempla todos os cidadãos que estejam na condição de acompanhante, combatente da clandestinidade, combatente tombado ou perecido.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Antigos combatentes analisam proposta de lei

Foto: ANA RAMOS

De acordo com o documento são igualmente beneficiários o deficiente de guerra, ex-guerrilheiros, ex- presos políticos, familiares de combatente.

O diploma submetido nesta sexta-feira  a auscultação  pública em Luanda, no município de Talatona, define  como “direitos” os bens, valores pecuniários  e serviços reconhecidos  e atribuídos individual  ou  colectivamente ao antigo combatente, veterano da pátria, deficiente de  guerra e familiar do combatente  tombado ou perecido, visando  promover ou potenciar a melhoria da qualidade de vida.

Refere que o “ grau de incapacidade “ tem a ver com a amplitude de lesão física, psíquica ou áudio - visual, contraída  pelo cidadão  na condição de militar durante uma acção combativa.

Considera veterano da pátria, o cidadão  nacional que na  condição de antigo combatente  ou integrando  as forças  militares  ou paramilitares, tenha  participado do processo de luta  pela defesa  da pátria, até  à conquista  da paz definitiva , à 4 de Abril de  2002, por um período  igual  ou superior à dez anos de serviço militar efectivo.

O diploma legal visa assegurar e proporcionar condições, mecanismos e meios jurídicos, institucionais, materiais e  financeiros  necessários  para  a garantia e concretização  dos direitos e benefícios económicos, sociais, fiscais  e culturais  reconhecidos aos antigos combatentes, veteranos da pátria, deficientes de guerra e aos familiares de combatentes tombados ou perecidos.

Assegurar o reconhecimento público, a valorização e dignificação do estatuto especial reconhecido aos  antigos combatentes, veteranos da  pátria e deficientes  de guerra , por  mérito próprio  é outro dos objectivos da proposta de lei.

Pretende igualmente  definir  o conjunto de direitos  e benefícios  económicos, sociais , fiscais e culturais  que o  Estado  angolano reconhece ser justo atribuir aos  cidadãos que se encontram nessa condição .

O documento legal  visa  também  promover a reintegração  dos antigos combatentes, veteranos da pátria e deficientes de guerra, assim como assegurar condições  para  a reabilitação  e habilitação  dos deficientes de guerra.

Visa, de igual modo, apoiar os familiares de combatentes tombados  ou perecidos, prevenir e combater situações  de carência ou vulnerabilidade, disfunções e de  marginalização  no seio dos antigos combatentes  e veteranos da pátria e aos familiares de combatentes tombados ou perecidos.

O diploma contém 75 artigos distribuídos em nove capítulos.      

Assuntos Angola   Antigos Combatentes  

Leia também
  • 11/11/2018 10:00:46

    Arcebispo valoriza Operação Resgate

    Saurimo - O arcebispo da arquidiocese de Saurimo (Lunda Sul), Dom José Imbamba, afirmou, sexta-feira, em Saurimo, que a Operação Resgate, em curso no país, é uma medida que se impõe para se por ordem no ordenamento social de Angola.

  • 05/11/2018 17:15:19

    Antigos combatentes devem apostar na formação - apela delegado

    Sumbe - Os ex-militares e Antigos Combatentes devem apostar fortemente na formação académica e profissional, visando o mercado de emprego, apelou hoje, segunda-feira, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, o delegado provincial da Associação Nacional dos Deficientes de Angola (Anda), Araújo Júlio.

  • 29/10/2018 00:41:23

    Antigos combatentes da FNLA defendem inserção Caixa Social das FAA

    Ndalatando - A inserção dos Antigos combatentes da FNLA na Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas foi apontada neste domingo, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, como uma das prioridades que devem ser satisfeitas, no plano da valorização daqueles que lutaram contra o colonialismo português em Angola.

  • 21/10/2018 18:57:19

    Igreja Metodista Unida homenageia bispos

    Luanda - A Igreja Metodista Unida homenageou domingo, os bispos Emílio Júlio Miguel de Carvalho e Gaspar Domingos pela passagem do 46º aniversário da consagração do primeiro angolano nesta congregação em Angola que assinala a 21 de Outubro .