Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Agosto de 2018 | 20h16 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 18h53

Quatro dos 15 feridos do acidente de Carianga têm alta médica

Ndalatando - Quatro, das 15 vítimas com múltiplas fracturas do recente acidente de viação ocorrido na localidade de Carianga (Cuanza Norte), receberam alta médica, estando os demais em estado estável, informou hoje, sexta-feira, o director clínico do Hospital Provincial, Inácio Francisco.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governo do Cuanza Norte solidariza-se com vítimas de acidente

Foto: Diniz Simão

O responsável avançou a informação na sequência da visita que o governador José Maria Ferraz dos Santos fez aos feridos internados no Hospital Provincial do Cuanza Norte.

O acidente ocorrido quinta-feira na localidade de Carianga, a 8 quilómentros da cidade de Ndalatando, na sequência de uma colisão entre uma viatura pesada e outra ligeira, causou 39 feridos e quatro mortos.

O médico acrescentou que deram entrada, quinta-feira, no banco de urgência da instituição 39 feridos, dos quais 29 adultos e 10 crianças, com traumatismos diversos e que foram prontamente assistidos. Desses, apenas 15 ficaram internados devido o tipo de ferimentos que contraíram.

Em declarações à imprensa no final da visita, a vice-governadora do Cuanza Norte para o sector Político, Social e Económico, Leonor da Silva de Lima e Cruz, que acompanhou o governador José Maria Ferraz, disse que a visita serviu para manifestar a solidariedade do Governo da Província às vítimas do acidente.

A responsável defendeu, por outro lado, a necessidade da construção de um hospital regional em Ndalatando, tendo em conta que a cidade está situada no eixo rodoviário da estrada nacional  nº 230, entre as províncias de Luanda, Malanje, Lunda Sul, Lunda Norte e Uíge.

Frisou que  grande parte dos acidentes que ocorrem no território do Cuanza Norte registam-se na Estrada Nacional 230, onde o trânsito é muito intenso, dai o apelo ao Ministério da Saúde, para dentro dos programas da sua linha de força, contemplar a província, com uma unidade sanitária a dimensão de um Hospital Regional.

 Vinte e nove mortos, 97 feridos resultantes de 104 acidentes de viação ocorridos nas estradas do Cuanza Norte, foram registados no segundo trimestre deste ano, na província, segundo fontes da polícia Nacional

Os dados indicam o aumento de 11 mortos e 22 acidentes de viação, em relação ao primeiro trimestre do ano em curso.

Posteriormente, o governador visitou também o Hospital Materno Infantil, com o objectivo de constatar o real funcionamento do mesmo, assim como inteirar-se da comodidade dos doentes internados.

Leia também