Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

04 Setembro de 2018 | 19h43 - Actualizado em 04 Setembro de 2018 | 19h42

Actos de vandalismo provocam prejuízos à ENDE no Moxico

Luena - Os actos de vandalismo registados no mês de Agosto nos postos da rede de transporte de energia eléctrica, do Moxico, resultando no roubo de mil e 192 metros de cabos de terra de 95 milímetros, causaram grande prejuízo à Empresa Nacional de Distribuição de Energia Eléctrica (ENDE) e a população em geral na província.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Governador do Moxico, Gonçalves Muandumba em visita a Subestação Eléctrica de Camanongue

Foto: David Dias

Governador do Moxico, Gonçalves Muandumba

Foto: David Dias

Este facto foi denunciado publicamente hoje (terça-feira) por responsáveis do sector, durante uma visita de constatação do funcionamento de alguns empreendimentos no município de Camanongue, pelo governador da província, Gonçalves Muandumba, com vista a melhoria das condições sociais da população.

O governante, que se fez acompanhar dos membros do seu pelouro e responsáveis do sector de Energia Eléctrica, radiografou os trabalhos da instalação da subestação eléctrica e os respectivos postos de transformação (PTs) na sede municipal do Camanongue, o Centro de Acção Social Integrado (CASI) e a fazenda Agro-Industrial de Camaiangala.

Segundo apurou à Angop, a acção de vandalismo tem estado a afectar negativamente o fornecimento de energia eléctrica a nível daquela localidade.

Por outro lado, o chefe do Departamento de Exploração da Rede Nacional de Transporte (RNT), Waldemar Eduardo, informou estar praticamente concluída a montagem de equipamentos electromecânicos e a ligação aos cabos de alta tensão, bem como estão prontos para entrar em funcionamento, o que vai beneficiar a população. 

Já o director local da Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE), Gaspar Trindade Carvalho Cristóvão, assegurou que a partir desta semana, a instituição vai dar início as ligações domiciliares, cuja primeira fase atingirá 400 ligações para beneficiar cerca de duas mil famílias, com prioridade as residências e instituições públicas.

Sem avançar a data do fornecimento de energia à população, o responsável explicou que o organismo precisa de um reforço em material técnico para acelerar os trabalhos em curso, que em princípio deverão beneficiar todos os serviços sociais e económicos da municipalidade.

Situado a 52 quilómetros a norte da cidade do Luena (capital da Província do Moxico), o município de Camanongue conta com uma população de 32 mil e 766 habitantes (senso/2014), na sua maioria camponeses, distribuídos em 2.988 quilómetros quadrados.

Leia também
  • 11/11/2018 12:11:19

    População da Capaladanda ganha sistema de distribuição da água potável

    Luau - Três mil e 800 habitantes do bairro "Capaladanda", arredores da sede municipal do Luau, província do Moxico, ganharam hoje, domingo, um novo sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável, no âmbito das comemorações do 43º aniversário da Independência Nacional.

  • 11/11/2018 10:00:46

    Arcebispo valoriza Operação Resgate

    Saurimo - O arcebispo da arquidiocese de Saurimo (Lunda Sul), Dom José Imbamba, afirmou, sexta-feira, em Saurimo, que a Operação Resgate, em curso no país, é uma medida que se impõe para se por ordem no ordenamento social de Angola.

  • 11/11/2018 09:09:01

    Governo aposta no resgate das profissões

    Cuito - O governo do Bié vai, a partir do próximo ano, apoiar as pequenas iniciativas de jovens empreendedores com iniciativas de alavancar a economia da região e, fundamentalmente, garantir emprego à juventude.

  • 11/11/2018 08:28:25

    Metade das residências do Quilomoço entregue aos respectivos moradores

    Uíge - Quinhentas e cinco residências da centralidade Horizonte do Quilomoço, na cidade do Uíge, foram entregues aos moradores, desde o passado mês de Agosto, data de início do processo de comercialização.