Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

04 Setembro de 2018 | 15h08 - Actualizado em 04 Setembro de 2018 | 15h40

Colisão entre comboios no troço Lubango - Namibe causa 17 mortes e 12 feridos

Lubango - Uma colisão entre uma composição de carga afecta ao Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM) e outra de serviço de manutenção sob responsabilidade de uma empresa chinesa, na localidade do Munhino, município da Bibala (Namibe), resultou em 17 mortos, dos quais dois maquinistas (de nacionalidade chinesa e angolana) e 12 feridos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Composição do CFM

Foto: Morais Silva

Em declarações à Angop, no Lubango, minutos depois de se deslocar ao local do acidente, o presidente do Conselho de Administração do CFM, Daniel Quipaxe, disse que o desastre aconteceu pelas 6h30 e terá sido provocado por um erro humano.

Admitiu que o número de mortes pode subir, já que existem feridos graves e algumas pessoas encarceradas nas ferragens, sublinhando que fica assim interrompida a circulação do comboio entre Lubango e Namibe, até que se removam as duas composições.

“Aguardamos também por uma equipa do Instituto Nacional dos Caminhos-de-ferro, que nestas circunstâncias desencadeia um inquérito para apurar as reais causas”, disse.

Uma fonte da administração técnica do CFM disse à Angop que um funcionário, que fez o serviço de turno, recebeu a comunicação dos chineses que fariam serviço da manutenção na linha, mas que esqueceu-se de impedir que a composição com granito saísse da Estação Central do Lubango e quando tentou corrigir o erro, o desastre já se tinha consumado.

Os feridos, dos quais dois já têm alta médica, receberam os primeiros socorros no Hospital Municipal da Bilbala e depois transferidos para o Hospital Provincial da Huíla, a semelhança das vítimas mortais depositadas na morgue desta instituição.

O troço entre Lubango e Moçâmedes é de 260 quilómetros. Nos últimos dois anos este é o segundo acidente, sendo que em Fevereiro deste ano uma composição descarrilou, mas sem causar vítimas.

Leia também
  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 15:43:59

    Polícia regista mais de 100 homicídios em dez meses

    Lubango - Cento e 22 homicídios voluntários, com destaque para o município do Lubango, com 54 casos, foram registados de Janeiro a Outubro do ano em curso, mais quatro assassinatos em relação ao igual período anterior, informou hoje, quinta-feira, nesta cidade, o porta-voz da Polícia Nacional na Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo.

  • 05/11/2018 16:11:42

    Briga por terreno resulta em morte na Chibia

    Lubango - Um cidadão de 33 anos de idade é acusado de matar um primo de 40 anos de idade, no município da Chibia, província da Huíla, por espancamento, depois de uma discussão pela alegada posse de um terreno herdado de seus avós, informou hoje, segunda-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo.

  • 05/11/2018 13:45:15

    Mais de 10 pessoas morrerm no fim de semana prolongado em Luanda

    Luanda - Treze pessoas morreram e 20 ficaram feridas em consequência de 28 acidentes de viação registados em Luanda, no fim-de-semana prolongado, pelo Comando Provincial da Polícia Nacional (PN).