Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Setembro de 2018 | 17h47 - Actualizado em 07 Setembro de 2018 | 17h47

Feridos graves do acidente ferroviário transferidos para Luanda

Lubango - Dois dos três feridos em estado crítico, do acidente ferroviário ocorrido terça-feira, na Bibala (Namibe), de um total de sete ainda internados no Hospital Central do Lubango, foram transferidos na tarde de hoje (sexta-feira) para o Hospital Josina Machel, em Luanda, para melhor acompanhamento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Locomotivas que colidiram no Namibe

Foto: Morais Silva

Hospital Central do Lubango

Foto: Morais Silva

A informação foi avançada, nesta cidade, pelo director geral do Hospital Central do Lubango, Paulo Cassanga, por se tratar de pacientes com lesões de fórum neurológico, que por dificuldades de realização de exames de TAC e ressonância magnética, devido a inoperância de equipamentos na unidade, houve essa  necessidade.

Quanto aos outros cinco, referiu terem um quadro de evolução estável, pois os quatro foram já operados, com realce para a área de ortopedia, tendo sido submetidos a fixação de placas.

O acidente resultou de uma colisão entre uma composição de carga, afecta ao Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM), e outra de serviço de manutenção sob responsabilidade de uma empresa chinesa, na localidade do Munhino, município da Bibala (Namibe), resultando em 18 mortos, dos quais quatro maquinistas (dois de nacionalidade chinesa e dois angolanos) e 14 feridos. Na base do mesmo esteve erro humano, admitiram responsáveis do CMF.

O troço entre Lubango e Moçâmedes é de 260 quilómetros. Este é o primeiro acidente de género no CFM desde a sua criação, pela primeira vez ao planalto da Huíla, a 31 de Maio de 1923.

Leia também
  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 03/02/2019 12:53:13

    Cidadã de 18 anos de idade violada por três homens no Lubango

    Lubango - Uma cidadã de 18 anos de idade foi violada por três indivíduos desconhecidos na noite de sábado, no município do Lubango, província da Huíla, informou hoje, domingo, o porta-voz da Polícia Nacional na Huíla, inspector-chefe Luís Filipe Zilungo.

  • 01/02/2019 00:38:55

    Mais de 130 casos de violência doméstica registados na Matala

    Matala - Cento e 34 casos de violência doméstica foram registados no município da Matala, província da Huíla, durante o ano de 2018, 63 a menos que no ano anterior, informou quinta-feira a chefe de Secção da Acção Social Familia e Promoção da Mulher Lúcia Ndjiloy.

  • 29/01/2019 21:17:17

    Famílias desalojadas no Uíge beneficiam de bens alimentares

    Uíge - Onze famílias da aldeia de Calumbo, no município sede do Uíge, desalojadas em consequência das chuvas, beneficiaram, nesta terça-feira, de bens alimentares, numa iniciativa do Gabinete Provincial de Acção Social, Família e Igualdade de Género.