Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Setembro de 2018 | 00h46 - Actualizado em 07 Setembro de 2018 | 00h26

Posto de saúde do Mussusso encerrado por falta de enfermeiros

Quilombo dos Dembo - O posto de saúde do sector de Mussusso, comuna de Camame, município de Ngonguembo, Cuanza Norte, está encerrado há mais de cinco meses por falta de enfermeiros soube-se nesta quinta-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Norte: Posto de saúde do sector de Mussusso encerrado por falta de técnicos

Foto: Estevão Manuel

O facto foi dado a conhecer à Angop pelo coordenador adjunto da comissão de gestão da direcção municipal do Ngonguembo da Saúde, Francisco Velho, informando que o único enfermeiro que assegurava a assistência sanitária dos cerca de 800 habitantes da localidade foi transferido para a sede municipal.

Adiantou que para prestar a assistência à comunidade, as autoridades sanitárias do município têm promovido consultas ambulatórias à população, através de equipas móveis e, em alguns casos, a população percorre cerca de 10 quilómetros em busca de assistência médica na sede comunal ou ainda no vizinho município do Golungo Alto.

Informou que além do posto de saúde do sector de Mussusso, uma outra unidade similar encontra-se igualmente encerrada para obras de restauro, há mais de três meses.

O sector da saúde no município do Ngonguembo conta com um hospital municipal e oito postos de saúde, assegurados por 47 técnicos, entre os quais, uma médica.

De Julho a Agosto, o sector de saúde no Ngonguembo diagnosticou  675 casos de malária, 116 filária e 50 de febre tifoide.

Com uma população estimada em sete mil e 576 habitantes, o município de Ngonguembo dista a 90 quilómetros de Ndalatando, capital da província e conta com uma extensão de mil e 402 quilómetros quadrados.

Leia também
  • 11/11/2018 07:53:15

    Ex-Leprosaria da Funda regista 50 novos casos em nove meses

    Luanda - A ex-Leprosaria da comuna da Funda, município de Cacuaco, diagnosticou, de Janeiro a Setembro de 2018, 50 novos casos de lepra, deu a conhecer hoje, quinta-feira, em Luanda, o administrador do actual Centro de Saúde e Reabilitação da Funda, Joaquim Imperial Santana.

  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.