Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Setembro de 2018 | 18h23 - Actualizado em 09 Setembro de 2018 | 18h23

Sociedade deve ser mais actuante no combate à criminalidade -Reverendo

Luanda - O combate à criminalidade no seio da juventude, assim como o uso de drogas e a prostituição é uma luta que deve ser encarada com muita responsabilidade por parte das igrejas e da sociedade em geral.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Fiéis de IERA

Foto: Cedidas

Esta afirmação é do secretário geral da Igreja Evangélica Reformada de Angola (IERA), reverendo Alberto Daniel, quando intervinha neste domingo no culto de abertura das comemorações alusivas ao 64º aniversário da juventude dessa congregação religiosa que se assinala a 7 de Novembro do ano em curso.

De acordo com o líder religioso, o combate a esses males que assolam a juventude em particular é frenético, e  a IERA como igreja idónea  implantada  no pais há 96 anos tem  responsabilidades acrescidas.  

Realçou que a mensagem da igreja tem sido sistemática no sentido da juventude acatar os conselhos que são  ministrados tanto nos cultos como em diversas conferências onde é abordada esta temática.

No entanto lamentou que nos últimos tempos não é só a juventude que está a enveredar para a criminalidade, uso de drogas e prostituição, mas também alguns adultos estão a seguir o mesma trajectória negativa.

Com vista a combater este mal, advogou o reforço da educação a partir das famílias, em que os responsáveis  devem criar espaços para o melhor aproveitamento do tempo para o convívio familiar.  

Para o líder religioso, a sociedade está a tornar-se materialista com uma luta desenfreada na procura de bens materiais, em detrimento do resgate dos valores morais e cívicos, facto que tem degradado o comportamento de  grande franja da sociedade.

No mesmo diapasão o director da juventude da Igreja  Evangélica Reformada de Angola, Soares Kuzilana Kuyassana, apelou ao jovens a se unirem em torno das lideranças com vista a poderem acatar as suas experiências para poderem dar continuidade a obra.

Para o responsável, torna-se imperioso que os jovens tenham como princípios da sua actuação a humildade, o amor e a concórdia, assim como a imprimir o espírito empreendedor  com vista a combater a fome e a pobreza.

O programa comemorativo da efeméride contempla entre outras actividades a realização de encontros, visitas a cadeias e lares de terceira idade.   

A igreja Evangélica Reformada de Angola foi fundada a 25 de Junho de 1922, em Kikaya (Uíge), pelo missionário Arshibal Paterson, de nacionalidade inglesa. Na altura era chamada Igreja Evangélica do Norte de Angola, passando a designar-se em 1978  Igreja Evangélica Reformada de Angola (IERA).

Assuntos Angola   Religião  

Leia também
  • 09/09/2018 16:22:14

    Paróquia da Nazaré comemora 354º aniversário

    Luanda - A apresentação dos bebés vindos ao mundo por intercepção das bênçãos de Nossa Senhora da Nazaré, oferendas de várias espécies, marcaram neste domingo, o encerramento das festividades do 345º aniversário da fundação da Paróquia e Santuário, com o mesmo nome, no distrito urbano da Ingombota, município de Luanda, que hoje se assinala.

  • 09/09/2018 16:11:59

    Jovens tocoistas devem ter domínio das autarquias

    Dundo - O membro da Direcção da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo “Tocoísta”, na Lunda Norte, Neves Manuel Bunga, incentivou neste domingo no Dundo, a juventude desta congregação religiosa a ter domínio da implementação das autarquias administrativas previstas para 2020.

  • 09/09/2018 15:26:08

    Diocese do Dundo consagra três diáconos

    Dundo - A Diocese do Dundo, província da Lunda Norte, conta com três novos diáconos consagrados neste domingo em acto orientado pelo bispo da Igreja Católica, Dom Estanislau Marques Chindecasse.