Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Setembro de 2018 | 18h46 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 18h46

Abandono de idosos em abrigos preocupa lobitangas

Lobito - Apesar da assistência oferecida pelas instituições, os idosos acolhidos em abrigos no Lobito, província de Benguela, queixam-se de estarem abandonados pelas próprias famílias, alertou hoje, terça-feira, a madre espanhola Rosario Otones.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Idosas no Lar de 3ª Idade

Foto: Lino Guimarães/Arquivo

Em declarações à Angop, a responsável, uma das cuidadoras do Lar São Vicente de Paulo, arredores da cidade portuária, disse que os idosos enfrentam, há já muitos anos, a ausência dos filhos e netos, por isso, vivem desanimados.

“Acho que a maior dificuldade é a falta do convívio familiar e não de bens materiais”, assume a religiosa, que há 21 anos trocou Espanha por Angola, para se dedicar a causas sociais e considera doloroso ver essas pessoas sem possibilidade de reencontrar suas famílias, muitas das quais incontactáveis.

Essa situação, explicou, faz com que os idosos se sintam tristes, desvalorizados e desprotegidos pelos seus familiares, independentemente da assistência dada pelos lares de acolhimento para cobrir as suas necessidades.

Salientou que os idosos têm necessidade de apoio familiar, ou seja, sentem muita saudade e alerta que os casos de abandono de idosos já se tornaram um problema social em Angola e que a tendência é ainda para piorar face ao actual contexto social.

Para Rosario Otones, essa situação é comum em muitos países, embora admita que pode mudar, se os meios de comunicação social realizarem mais debates para consciencializar a sociedade a tratar melhor esse grupo específico.

No capítulo das causas desse fenómeno, a interlocutora cogita a falta de interesse e compromisso, negligência, alcoolismo, pobreza, divórcio, entre outros factores que condicionam uma vida familiar plena.

Já o pastor Frederico Prego, líder da Igreja Cheia da Palavra de Deus no Lobito, preferiu salientar que a existência do novo depende do velho, ou seja: “Uma geração vem e outra vai”.

Assim, o religioso exorta a sociedade a demonstrar mais amor ao próximo, cultivando uma mentalidade de assistência aos idosos, muitos dos quais padecem nas ruas por falta de apoio.

Quem também partilha a mesma preocupação é o professor Basílio Soma, que reprova a atitude daqueles filhos que, por desrespeito pela vida, abandonam seus progenitores em lares da terceira idade, fugindo assim da sua responsabilidade.

Incapaz de disfarçar a saudade dos netos que vivem no Huambo, a idosa Rosária de Fátima, 68 anos de idade, entrevistada pela Angop, confessa que está sem ver a sua família há muitos anos, mas refere que a atenção oferecida pelo Lar São Vicente de Paulo tem ajudado a superar este drama.

O município do Lobito possui dois centros de acolhimento tutelados pela igreja Católica, que albergam cerca de 100 idosos.

Leia também
  • 05/02/2019 21:00:53

    Mais de 500 Jovens concluem cursos profissionais no Lobito

    Lobito - Acima de quinhentos jovens, com idades entre os vinte e trinta anos, concluíram hoje (terça-feira), no município do Lobito, em Benguela, vários cursos técnico-profissionais básicos, proporcionados pelo Centro de Formação JA Rubem.

  • 05/02/2019 12:34:14

    Irmãs gémeas morrem afogadas no rio Cuporolo

    Benguela - Duas irmãs gémeas de três anos de idade morreram afogadas neste fim-de-semana, no rio Cuporolo, comuna do Dombe Grande, município da Baía-Farta, onde se encontravam a brincar com outras crianças, soube hoje, terça-feira, a Angop.

  • 03/02/2019 22:46:34

    Pastores tocoistas debatem o papel da igreja nas autarquias locais

    Benguela - O papel da igreja na divulgação e consciencialização dos fiéis sobre o pacote legislativo das autarquias locais foi o tema central de um seminário dirigido a pastores da igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo “Tocoistas”, que hoje terminou.

  • 03/02/2019 22:33:16

    Acidentes de viação causam 12 mortos em sete dias

    Benguela - Doze pessoas morreram e 13 outras ficaram feridas em consequência de 10 acidentes de viação registados nos últimos sete dias, na província de Benguela, pelo Comando Provincial da Polícia Nacional.