Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2018 | 14h41 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 14h40

Defendida moralização dos gestores para defesa do interesse público

Benguela - A necessidade de maior moralização dos gestores e funcionários do aparelho do Estado para o combate de práticas que lesam o interesse público, foi defendida, nesta cidade, pela vice-governadora para área Económica e Social, Deolinda Calianguila.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vice-governadora de Benguela para o Sector Político, Social e Económico, Deolinda Valiangula

Foto: Henri Celso

Segundo a responsável, que intervinha quinta-feira, em representação do governador local, na abertura do seminário sobre irregularidades na Administração Pública, a actuação do poder público está sujeita ao controlo interno e externo, para que possa actuar em estreita observância dos princípios da legalidade, moralidade, transparência e eficiência.

Referiu que a Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) tem o dever de exercer o controlo interno e externo, bem como rever os actos administrativos, quando ilegais, inoportunos e inconvenientes, uma vez que o sector público tem vindo a ser confrontado por uma maior exigência dos cidadãos.

“Os cidadãos exigem maior transparência, objectividade e efectividade, na implementação das políticas públicas, visando a satisfação do bem comum”, disse.

Conforme disse, os gestores públicos devem ter o domínio sobre esta matéria, de forma a estarem alinhados e aprimorarem as competências, dado que “negar os princípios da Administração Publica, significa escancarar as mais gravosas condutas”.

Considerou de oportuna a realização do evento, tendo em conta a necessidade de se diagnosticar as dificuldades da administração pública, visando uma actuação diferenciada num mundo mais global e competitivo, além de se aperfeiçoar o desempenho dos servidores.

Por seu lado, a inspectora do Governo Provincial de Benguela, Idalina Carlos, disse que o evento se enquadra num plano de formação do executivo local em parceria com o IGAE, sendo que nesta fase beneficiou quadros das 10 administrações municipais da província.

Nesta acção de formação, participaram administradores municipais, técnicos e quadros do funcionalismo público e teve como principal prelectora, a inspetora geral adjunta do Estado, Isabel Tormento.

Leia também
  • 14/09/2018 13:44:24

    Ganda regista aumento de casos de malária

    Ganda - Onze mil e 626 casos de malária foram registados de Junho a Agosto deste ano, no município da Ganda, província de Benguela, mais cinco mil 814 em relação a igual período anterior, dos quais 16 resultaram em óbito.

  • 12/09/2018 17:42:40

    Benguela quer desburocratização na cedência de terrenos

    Benguela - O processo de cedência de terrenos pelos governos provinciais e administrações municipais deve ser desburocratizado , para se evitar a invasão das reservas fundiárias, considerou, hoje, quarta-feira, em Benguela, o arquitecto do Ministério do Urbanismo e Habitação, Rafael António.

  • 12/09/2018 13:11:45

    Crianças recolhem lixo para sobreviver no Lobito

    Lobito - Crianças que moram nas imediações da maior lixeira a céu aberto do município do Lobito, 30 quilómetros a Norte da cidade de Benguela, sobrevivem nos últimos dias com a venda de resíduos sólidos recolhidos no lugar apurou esta quarta-feira, a Angop.