Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2018 | 14h41 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 14h40

Defendida moralização dos gestores para defesa do interesse público

Benguela - A necessidade de maior moralização dos gestores e funcionários do aparelho do Estado para o combate de práticas que lesam o interesse público, foi defendida, nesta cidade, pela vice-governadora para área Económica e Social, Deolinda Calianguila.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vice-governadora de Benguela para o Sector Político, Social e Económico, Deolinda Valiangula

Foto: Henri Celso

Segundo a responsável, que intervinha quinta-feira, em representação do governador local, na abertura do seminário sobre irregularidades na Administração Pública, a actuação do poder público está sujeita ao controlo interno e externo, para que possa actuar em estreita observância dos princípios da legalidade, moralidade, transparência e eficiência.

Referiu que a Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) tem o dever de exercer o controlo interno e externo, bem como rever os actos administrativos, quando ilegais, inoportunos e inconvenientes, uma vez que o sector público tem vindo a ser confrontado por uma maior exigência dos cidadãos.

“Os cidadãos exigem maior transparência, objectividade e efectividade, na implementação das políticas públicas, visando a satisfação do bem comum”, disse.

Conforme disse, os gestores públicos devem ter o domínio sobre esta matéria, de forma a estarem alinhados e aprimorarem as competências, dado que “negar os princípios da Administração Publica, significa escancarar as mais gravosas condutas”.

Considerou de oportuna a realização do evento, tendo em conta a necessidade de se diagnosticar as dificuldades da administração pública, visando uma actuação diferenciada num mundo mais global e competitivo, além de se aperfeiçoar o desempenho dos servidores.

Por seu lado, a inspectora do Governo Provincial de Benguela, Idalina Carlos, disse que o evento se enquadra num plano de formação do executivo local em parceria com o IGAE, sendo que nesta fase beneficiou quadros das 10 administrações municipais da província.

Nesta acção de formação, participaram administradores municipais, técnicos e quadros do funcionalismo público e teve como principal prelectora, a inspetora geral adjunta do Estado, Isabel Tormento.

Leia também
  • 05/02/2019 12:34:14

    Irmãs gémeas morrem afogadas no rio Cuporolo

    Benguela - Duas irmãs gémeas de três anos de idade morreram afogadas neste fim-de-semana, no rio Cuporolo, comuna do Dombe Grande, município da Baía-Farta, onde se encontravam a brincar com outras crianças, soube hoje, terça-feira, a Angop.

  • 03/02/2019 22:46:34

    Pastores tocoistas debatem o papel da igreja nas autarquias locais

    Benguela - O papel da igreja na divulgação e consciencialização dos fiéis sobre o pacote legislativo das autarquias locais foi o tema central de um seminário dirigido a pastores da igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo “Tocoistas”, que hoje terminou.

  • 03/02/2019 22:33:16

    Acidentes de viação causam 12 mortos em sete dias

    Benguela - Doze pessoas morreram e 13 outras ficaram feridas em consequência de 10 acidentes de viação registados nos últimos sete dias, na província de Benguela, pelo Comando Provincial da Polícia Nacional.

  • 01/02/2019 21:43:02

    PN e SIC trabalham para esclarecer roubo de 96 milhões de kwanzas

    Benguela - O Comando Provincial da Polícia Nacional e o Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Benguela, continuam a trabalhar para esclarecer o roubo qualificado de 96 milhões de kwanzas, ocorrido numa residência de chineses, nesta terça-feira, perpetrado por indivíduos ainda não identificados, soube hoje a Angop de fonte da corporação.