Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Setembro de 2018 | 09h59 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 09h59

Duas pessoas morrem carbonizadas por negligência

Lubango - Uma anciã de 80 anos de idade e uma menor de cinco morreram carbonizadas numa residência precária, no município de Caconda, na Huíla, por negligência, informou hoje, no Lubango, o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Inocêncio Hungulo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O responsável informou que o incêndio faz parte dos quatro registados durante a semana, mais um em relação a semana anteior.

Declarou que supõe-se que o sinistro, ocorrido na aldeia do Caissome, tenha sido causado por negligência da anciã embriagada, que ao confeccionar a alimentação junto de uma esteira dentro de casa.

Inocêncio Hungulo referiu que os três outros incêndios ocorreram no interior de uma residência e na via pública (terrenos baldios), causados por curto-circuito e fogo posto por cidadãos desconhecidos, nos municípios da Matala e do Lubango, com danos materiais avaliados em 190 mil Kwanzas, menos 170 mil Kwanzas em relação a igual período anterior.

Dentro dos serviços especiais dos bombeiros, o porta-voz, destacou o resgate por afogamento de um cadáver de um menor de três anos, numa cacimba, no bairro Nambambi (Lubango).

Durante o período, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros realizou duas palestras: “O modo de funcionamento do sistema de proteção civil” e “Perigos de construção em zonas de riscos”, no município de Caluquembe, a primeira dirigida a técnicos do centro de coordenação operacional e a segunda, a chefes de famílias.

Leia também
  • 12/09/2018 09:41:08

    Siac prevê expandir serviços à outras províncias do país

    Luanda - O serviço integrado de atendimento ao cidadão (Siac) deverá ser expandido para mais províncias do país até ao final do ano, informou o director geral da instituição, Anselmo Monteiro.

  • 11/09/2018 19:01:28

    Raio danifica várias infra-estruturas no Luena

    Luena - Quebra parcial de tecto falso, vidros de janelas e portas de várias instituições públicas e residências particulares localizadas nos arredores da base logística das Forças Armadas Angolanas (FAA), é o resultado do incêndio ocorrido domingo último, no Luena, em consequência da queda de um raio registado na urbe.

  • 11/09/2018 18:46:15

    Comandante quer novas medidas de segurança no casco urbano

    Malanje - O comandante provincial da Policia Nacional, comissário António José Bernardo, defendeu, hoje terça-feira, nesta cidade, a necessidade de se implementar novas medidas de segurança rodoviária no casco urbano, de forma a se evitar acidentes e desorganização do trânsito por parte dos taxistas.