Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Setembro de 2018 | 17h57 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 17h56

Empregados domésticos devem ter segurança social - diz INSS

Ondjiva - Os os empregadores devem inscrever os trabalhadores domésticos no sistema de protecção social obrigatória, apelou, hoje, quarta-feira, o director provincial do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), no Cunene, Boaventura Sayuka.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Director provincial do INSS no Cunene, Boaventura Sayuka.

Foto: José Cachiva

Ao falar à Angop sobre o sector, o responsável pediu aos empregadores a terem a cultura de inscrever os seus trabalhadores da segurança social, para que no futuro quando estiverem incapazes de continuar a trabalhar por velhice, doença e morte tenham a sua reforma garantida.

O que se verifica actualmente é preocupante, visto que desde que se criou esta lei que protege os trabalhadores domésticos, nós apenas recebemos oito pessoas que solicitaram cartões para o preenchimento e inscrição no sistema da segurança social, disse.

Boaventura Sayuka disse que para inverter este quadro está em curso, a nível da província, acções de divulgação e esclarecimento para elucidar os empregadores sobre os mecanismos legais de Protecção Social obrigatória, despertando deste modo maior adesão dos trabalhadores.

O Instituto Nacional de Segurança Social tem inscrito na província 18 mil e 623 trabalhadores assegurados e 290 organismos contribuintes, nos sectores públicos e privado. E fruto das contribuições arrecadou no I semestre deste ano 128 milhões 404 mil e 459 kwanzas.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 05/02/2019 12:13:18

    Hospital missionário ganha novos espaços

    Ondjiva - Um centro de tratamento de tuberculose, uma morgue e sete casas para médicos, do tipo T1 e T2, construídos de raíz, afecto ao hospital missionário do Chiulo, no município de Ombadja, província do Cunene, foram inaugurados segunda-feira, pelo governador local, Virgílio Tyova.

  • 31/01/2019 17:46:22

    Responsável aponta medidas para reduzir impacto da seca no Cunene

    Ondjiva - O desassoreamento dos rios, construção de canais de irrigação e chimpacas são algumas das soluções indicadas pelo director provincial em exercício do Gabinete do Ambiente do Cunene, Tchingungo Contreiras, para minimizar o impacto da seca que regulamente afecta a circunscrição.

  • 29/01/2019 13:28:09

    Seca no Cunene requer soluções imediatas

    Ondjiva - A situação da seca na província do Cunene requer soluções concretas e imediatas para acudir à população afectada pela carência de água, referiu hoje, terça-feira, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, em Ondjiva.

  • 29/01/2019 12:38:48

    Governo assegura apoio alimentar às pessoas afectadas pela seca

    Ondjiva - Duzentas e 84 mil e 780 pessoas na província do Cunene afectadas pela seca vão beneficiar, dentro de dias, de assistência alimentar, anunciou hoje, terça-feira, em Ondjiva, o Secretário de Estado para Acção Social, Lúcio do Amaral.