Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Setembro de 2018 | 18h41 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 18h41

Remar conta com novo centro de reabilitação em Viana

Luanda - A Remar, uma instituição de carácter religiosa, conta a partir de hoje, quarta-feira, com um novo Centro de Reabilitação de Toxicodependentes e de Alcoólatras no bairro da Caop B, município de Viana, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O referido centro consta de um projecto implementado  por fases. Conta  com duas naves já terminadas que comportam nove quartos, dois balneários, duas salas de jantar e  é financiado pela Esso Angola-Exxom Mobil.

Em declarações à imprensa, o director geral da Remar, Luís Macedo, afirmou que neste momento o bloco inaugurado  vai albergar 40 pessoas, tendo acrescentado que o número vai estender-se quando terminar os restantes três blocos.

O responsável apelou a sociedade a ajudar no apetrechamento  do referido centro, por estes bens não fazerem parte do financiamento.

Realçou que o  espaço é um  local  de carácter religioso que  tem procurado reintegrar os toxicodependentes e os alcoólatras na sociedade.

Destacou que estão abertos em acolher as pessoas com  18 anos de idade em diante.

Lino de Freitas Dário e Alex  Francisco Diogo, dois dos mais jovens que ali vivem, transmitiram as suas experiências alegando que no passado estavam dedicados a vida da delinquência e do álcool, mas conseguiram ultrapassar em função das mensagens positivas adquiridas na Remar.

Por sua vez, o director de relações públicas e governamentais da Esso Angola-Mobil, Armando Afonso,  disse que essa empresa para além da produção do petróleo e do pagamento de imposto ao Estado, também opta na estratégia em apoiar as causas sociais e desta forma trabalha com a Remar desde  2008.

O responsável considerou que as pessoas  que ali residem  merecem uma  consideração por  estarem a viver  um  problema que aflige a sociedade cada vez mais.

As novas instalações fazem parte da terceira fase de construção daquele centro, que quando totalmente concluído terá também serviços de tratamento médico e aconselhamento psicológico, oficinas de formação profissional, um centro social, dormitórios e salas de aulas.

Beneficiarão deste projecto, em regime de internato, não só habitantes de Luanda que necessitam de reintegração na sociedade, mas também de províncias vizinhas.

A Remar Angola é uma Organização Não-Governamental que providencia programas educacionais e de saúde para as pessoas que lutam contra a dependência do álcool e estupefacientes, dando-lhes a oportunidade de se tornarem membros contribuintes da comunidade.

Leia também
  • 11/11/2018 04:35:37

    Grande reportagem " Andar Luanda " produziu mais de duzentas notícias

    Luanda - Duzentos e trinta e seis materiais noticiosas foram produzidas em quatro dias pelos jornalistas, que integraram o projecto jornalístico grande reportagem " Andar Luanda ", promovido pela emissora radiofónica privada LAC.

  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.