Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2018 | 14h45 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 14h44

Sector social da Damba regista progressos

Uíge - O sector social do município da Damba registou nos últimos anos progressos significativos traduzidos no aumento considerável de unidades sanitárias e estabelecimentos escolares.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O administrador municipal da Damba, Abel do Rosário Nsingui que revelou o facto hoje, sexta-feira, à Angop, a margem da realização de um culto de acção de graças que marcou a abertura das festividades dos 68 anos da elevação da localidade a categoria da vila, ressaltou o crescimento da rede sanitária, com aumento do número de postos de saúde.

Exemplificou que das 21 unidades sanitárias até 2002, actualmente o município conta com 31 postos de saúde e um hospital municipal.

Para ele, a capacidade de assistência também tende a crescer  apesar de que muitos dos quadros do sector funcionar em regime de contratatados, augurando a necessidade de haver esforços a luz dos novos concursos públicos para admissão dos mesmos ou de outros.

"Na educação também estamos a construir novas escolas, além disso, temos que reabilitar também as escolas antigas que estão a degradar e o número de alunos cresce cada vez mais", disse, sem referir o número de alunos do município.

Como referiu, quatro mil alunos a nível do interior da circunscrição estão fora do sistema normal do ensino, por insuficiência de salas e professores, assim como a necessidade de diminuir carga de professores que lecionam duas a três classe, com vista a garantir a qualidade do ensino.

Abel do Rosário reconheceu que o processo do comércio a nível da circunscrição é tímido, apontando com factor que emperra o processo a falta de energia eléctrica e água.

Para as festas dos 68 anos da vila da Damba, que este ano está na sua 5ª edição , estão programadas, dentre outras actividades, uma feira agropecuária e de cultura e artes, palestras sobre a importância do comércio rural para alavanca da economia local e vantagens e desvantagens das redes sociais.

A vila da Damba, 197 quilómetros a norte da cidade do Uíge,  em 30 de Dezembro de 1911 foi criado um posto militar que era  intermediário entre postos do Zombo e do Bembe. Em 1913 passou a Capitania-mor e a circunscrição em 1921 e poucos meses depois Damba passou a regime civil.  

Em 1929 chegou a ser a sede do Concelho com o mesmo nome. No tempo colonial a vila da Damba festejava no dia 14 de Setembro como o dia da vila.

O município da Damba tem uma população de 63.580 habitantes (censo de 2014) distribuidos em 313 povoações e quatro comunas (Nsosso, Pete Kusso, Lembua e Kamatambo).

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.