Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Outubro de 2018 | 16h47 - Actualizado em 11 Outubro de 2018 | 16h49

Perto de 100 alunos afectados por desmaios na Lunda Norte

Dundo - Perto de 100 alunos de escolas do primeiro e segundo ciclos de ensino dos distritos do Mussungue e Dundo (Lunda Norte) ficaram afectados por desmaios, durante os últimos dez dias, um fenómeno que até ao momento carece de esclarecimentos de médicos sobre as prováveis causas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Casos de desmaios numa das províncias

Foto: Nelson Malamba/Arquivo

O secretário do Núcleo Provincial da Ordem dos Médicos, Pires Cangombe, salientou à imprensa que a situação tem “agitado” os bancos de urgência dos principais hospitais, porque maior parte das vítimas (adolescentes, jovens e adultos) chegam em estado de dispneia, desmaiados e com complicações psico-motoras.

O problema, realçou, têm merecido a pronta intervenção dos especialistas, a julgar pelos meios técnicos e medicamentos disponíveis no momento.

Por seu turno, o psicólogo Manuel Mulaja admitiu à Angop,  hoje, quinta-feira, que tal fenómeno poderá ter o envolvimento de alguns alunos dissidentes, por alegado descontentamento pelo mau aproveitamento escolar.

 Referiu ainda que os episódios, registados desde o início do mês em curso, tendem a aumentar o número, afectando principalmente adolescentes de sexo feminino.

Para si, há assim a necessidade de medidas coercivas por parte das autoridades e da sociedade civil, por forma a travar o fenómeno, cuja origem está por identificar.

 Acrescentou que a ser uma substância tóxica, os malfeitores poderão provocar perturbações mentais aos afectados, já que não conseguem medir o ritmo e as consequências, alertando para maior engajamento da Polícia Nacional, consubstanciado em revistas em massa.

 Por isso, adiantou que aguarda-se a chegada, brevemente, à província de uma equipa de toxologia,  para os devidos estudos.

O governador provincial, Ernesto Muangala, realizou ainda hoje (quinta-feira) uma visita de constatação às instituições de ensino visadas, onde orientou a desinfestação de espaços e consequente a retoma das aulas, bem como o reforço de medidas de segurança.          

Leia também