Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Outubro de 2018 | 12h22 - Actualizado em 17 Outubro de 2018 | 12h22

Chuva destrói casas em Camanongue

Camanongue - Vinte e sete casas de construção precária e três escolas definitivas ficaram parcialmente destruídas, em consequência da chuva que se abateu no último fim-de-semana, no município de Camanongue, província do Moxico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Forte chuva destrói infraestruturas em Camanongue

Foto: kinda kyungu

A administradora local, Ana Filomena Chipóia, que descarta a existência de vítimas humanas, confirmou a danificação de telhados de habitações localizadas em cinco bairros periféricos da vila, causando o desalojamento de várias famílias e cerca de 600 alunos.

Indicou que algumas pessoas afectadas encontram-se a relento, clamando por apoios da administração municipal, enquanto outros sinistrados conseguiram recuperar as chapas de zinco antigas.

Ana Filomena Chipóia salientou que a administração está a trabalhar no sentido de tornar transitáveis as ruas da circunscrição que se encontram inundadas, sobretudo as da sede municipal. 

Enquanto isso, o director do gabinete provincial da Educação, Raimundo Ricardo, orientou transferir os 600 educandos, cujas escolas ficaram destruídas, para outros estabelecimentos de ensino existentes na circunscrição, para não perderem as aulas.

Terça-feira, uma comissão multissectorial encabeçada pelo vice-governador provincial para o Sector Político, Económico e Social, Carlos Alberto Masseca, trabalhou na municipalidade para averiguar os danos causados pelo fenómeno natural.

Situado 52 quilómetros a norte da cidade do Luena, o município de Camanongue conta com 34 mil e 167 habitantes (Censo 2014), na sua maioria camponeses distribuídos nas regedorias de Musseringinge, Muapezo, Mazemba e Sambavu.

Leia também
  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 04/02/2019 17:52:09

    Serviços de saúde mais próximo dos habitantes de Ngola Luije

    Malanje - Um centro de saúde, com serviços de pediatria, medicina, pré-natal e parto, foi inaugurado hoje (segunda-feira), na comuna de Ngola Luije, município de Malanje, visando aproximar os serviços sanitários à população.