Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Janeiro de 2019 | 20h25 - Actualizado em 11 Janeiro de 2019 | 20h32

Malanje: Mais de dez igrejas ilegais encerradas

Malanje - Doze igrejas ilegais foram encerradas e 51 estabelecimentos comerciais, sem condições exigidas, entre cantinas, oficinas, farmácias e padarias, suspensas temporariamente, pelas autoridades na província de Malanje, de sete de Dezembro de 2018 a sete Janeiro de 2019, no âmbito da Operação Resgate.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi prestada à imprensa, pelo director do Gabinete Provincial de Comunicação Institucional e Imprensa do Governo de Malanje, Custódio Fernando, à saída da reunião de balanço mensal da Operação Resgate, em que participou o governador Norberto dos Santos “Kwata Kanawa.

Precisou que foram igualmente apreendidos 31 motociclos, 91 ciclomotores e 23 viaturas, bem como aplicadas multas por diversas infracções ao Código de Estrada, no valor de 2 milhões, 546 mil e 386 kwanzas.  

Consta ainda dos meios apreendidos, de acordo com o responsável, três armas de fogo, do tipo AKM, em posse ilegal de cidadãos, 58 telemóveis por falta de certificação de origem e licença do Instituto Nacional das Telecomunicações (INACOM), 720 sacos de cimento, proveniente de Luanda e à venda, sem documentação de aquisição, entre outros bens.

Na sequência das actividades, Custódio Fernando fez saber que foram também desselados 17 estabelecimentos comerciais que repuseram a sua legalidade, junto dos organismos afins e pagas as respectivas multas.

Ao intervir na reunião, onde participaram membros do governo, órgãos policiais e de justiça, o governador Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” indicou que a população de Malanje está a corresponder com as expectativas e níveis organizacionais pretendidos pelo Executivo, com a implementação da Operação Resgate.

Neste evento, os participantes recomendaram a contínua divulgação dos objectivos da Operação, bem como promoção de encontros comunitários com as várias franjas sociais, no sentido de elucidar sobre os fins e resultados previstos, bem como sobre o cumprimento da mesma.

Lançada no dia seis de Novembro de 2018, no país, a Operação Resgate visa resgatar a autoridade do Estado, combater o crime e a imigração ilegal, reforçar a ordem pública, ordenar a venda ambulante e travar o comércio ilegal de acessórios de viaturas, bem como recuperar valores como o respeito pelo bem público e pelo próximo.

Assuntos Igreja   Província » Malanje  

Leia também
  • 07/01/2019 22:46:55

    Administração municipal retoma projecto "Cimento e Tinta"

    Malanje - O projecto "Cimento e Tinta", consubstanciado na pintura e melhoria das fachadas dos edifícios e estabelecimentos públicos e privados da cidade de Malanje, paralisado há mais de três anos, retoma este ano, no quadro das acções da administração local para 2019.

  • 07/01/2019 14:00:04

    Detidos supostos autores da morte de jovem no Caiezo

    Malanje - Dois cidadãos nacionais, de 18 e 21 anos de idade, acusados da morte de um jovem de 18 anos, no passado dia 2 deste mês, no bairro Caiezo, foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

  • 04/01/2019 21:57:10

    Cidadão detido por extorsão de valores a troco de emprego na Polícia

    Malanje - Um cidadão de 22 anos de idade foi detido esta sexta-feira pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC), por crime de burla e defraudação, ao extorquir valores monetários a indivíduos nacionais sob protesto de enquadramento dos mesmos nas Forças Armadas Angolanas (FAA) e na Polícia Nacional.