Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Janeiro de 2019 | 04h09 - Actualizado em 16 Janeiro de 2019 | 04h09

Responsável defende revisão da Lei dos Antigos Combatentes

Dondo - O director do gabinete provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Guilherme Sebastião Neto, defendeu terça-feira no Dondo, município de Cambambe, Cuanza Norte, a revisão da Lei do Antigo Combatente e Deficiente de Guerra, com vista adequá-la ao actual contexto do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O responsável fez esta afirmação na cerimónia que visou saudar o 15 de Janeiro, Dia do Antigo combatente e Veterano da Pátria, sublinhando que a actual lei deve ser revista com urgência para que se torne, de facto, num instrumento que possa atender as necessidades do grupo alvo.  

Guilherme Neto manifestou também o desejo de ver revista a actual Política Nacional do Antigo Combatente e Veterano da Pátria, para que possa envolver as diferentes instituições do governo, incluindo os governos provinciais, na solução dos problemas desta franja da sociedade.

A vice-governadora para o sector político, social e económico, Leonor da Silva Ferreira, destacou o papel do antigo combatente, tendo dito que o apoio a esta franja da sociedade é dever obrigatório de todos e visa reconhecer  a memória colectiva do povo angolano.  

Sob o lema “15 de Janeiro, a chama da Independência Nacional", o acto provincial foi testemunhado pelo administrador do município de Cambambe, Adão António Malungo, pelos representantes dos órgãos de defesa, segurança e ordem interna, de igrejas, das autoridades políticas e tradicionais.  

No Cuanza Norte, o governo controla mil e 709 pensionistas, entre antigos combatentes, deficientes físicos de guerra, viúvas, órfãos e ascendentes de combatentes.

Leia também
  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 02/02/2019 11:48:28

    Cuanza Norte: Arranque da campanha de sensibilização contra violência doméstica

    Ndalatando - O Gabinete Provincial do Cuanza Norte de Acção Social, Família e Igualdade de Género realiza desde sexta-feira, no município do Cazengo, uma campanha de sensibilização porta-à-porta, destinada a prevenir casos de violência doméstica e restaurar a harmonia e coesão familiar.

  • 01/02/2019 20:53:35

    PN arrecada mais de dois milhões AKZ em multas

    Ndalatando - Dois milhões, 414 mil e 454 kwanzas é o valor arrecadado, em uma semana, pela Polícia de Viação e Trânsito no Cuanza Norte, mais 24 mil e 730 kwanzas, comparativamente ao igual período anterior, resultante de 149 (+29) multas aplicadas aos automobilistas e motociclistas por diversas violações às normas que regem o Código de Estrada.

  • 26/01/2019 06:39:40

    Vice-governadora destaca cooperação com organizações da sociedade civil

    Ndalatando - A vice-governadora provincial do Cuanza Norte para o sector politico, social e económico, Leonor da Silva de Lima e Cruz, destacou quinta-feira, em Ndalatando, a importância da cooperação e da parceria com a sociedade civil, na resolução dos problemas das comunidades locais.